Desenvolvimento de pessoas: o que é, importância e tipos

desenvolvimento de pessoas

Desenvolvimento de pessoas é o caminho para fortalecer habilidades e competências dos colaboradores, impulsionando seu crescimento pessoal e profissional. 

Este processo vai além de simples treinamentos, preparando-os para desafios futuros e para contribuir de forma inovadora ao sucesso da empresa. 

Descubra mais sobre como investir no desenvolvimento de pessoas pode transformar sua equipe e a produtividade dos negócios!

O que é desenvolvimento de pessoas?

O desenvolvimento de pessoas é um processo contínuo e estratégico na gestão de pessoas, que visa o crescimento profissional e pessoal dos colaboradores, com o objetivo de aprimorar suas habilidades, conhecimentos e competências, tanto técnicas (hard skills) quanto comportamentais (soft skills). 

Esse processo é fundamental para o sucesso das organizações, pois contribui para aumentar a eficiência operacional, melhorar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, e promover um ambiente de trabalho mais colaborativo e inovador. 

Além disso, investir no desenvolvimento das pessoas ajuda a reter talentos, reduzir o turnover e fortalecer a cultura organizacional, onde o aprendizado contínuo é valorizado e incentivado.

digital business mindset

Quais são os tipos de desenvolvimento de pessoas?

Os tipos de desenvolvimento de pessoas podem ser categorizados de acordo com diferentes aspectos como foco, metodologias e objetivos. 

A seguir, vamos ver cada um deles em mais detalhes:

Foco do desenvolvimento

Entre eles podemos destacar:

  • Desenvolvimento técnico (hard skills): que visa aprimorar as habilidades e conhecimentos específicos de uma área, por meio da operação de ferramentas e softwares, ou pelo domínio de técnicas e procedimentos.

Esta abordagem é frequentemente realizada através de treinamentos, cursos e workshops.

  • Desenvolvimento comportamental (soft skills): visa aprimorar habilidades como comunicação, trabalho em equipe, liderança, resolução de conflitos, inteligência emocional e criatividade. 

Pode ser realizado através de treinamentos, coaching, mentorias e/ou por meio de feedbacks contínuos.

Metodologias

Algumas das metodologias / formatos mais comuns são:

  • Treinamentos: cursos, workshops, palestras e outras atividades que visam transmitir conhecimentos e habilidades específicas.
  • Mentoria: um programa que conecta um colaborador experiente a um menos experiente para que este possa aprender com a sua experiência e receber orientação.
  • Coaching: um processo de desenvolvimento individualizado que visa ajudar o colaborador a alcançar seus objetivos profissionais e pessoais.
  • Feedbacks construtivos e personalizados.
  • Plano de desenvolvimento individual (PDI): que define as metas e as ações que serão tomadas para alcançá-las.
  • Criação de ambiente de oportunidades: com o objetivo de oferecer aos colaboradores chances de crescimento profissional, como promoções, transferências de departamento e participação em projetos desafiadores.

Objetivos do desenvolvimento

Os objetivos podem abarcar situações como:

  • Desenvolvimento para onboarding: que visa integrar novos colaboradores à organização e familiarizá-los com a cultura, os valores, as políticas e os procedimentos da empresa.
  • Desenvolvimento para atualização profissional: visa manter os colaboradores atualizados sobre as últimas tendências e tecnologias em sua área de atuação.
  • Desenvolvimento para promoção: visa preparar os colaboradores para assumirem cargos de maior responsabilidade.
  • Desenvolvimento para sucessão: visa identificar e preparar futuros líderes para a organização.
  • Desenvolvimento para melhoria da performance: visa melhorar o desempenho individual e da equipe como um todo.

Qual a diferença entre treinamento e desenvolvimento de pessoas?

Embora os conceitos de treinamento e desenvolvimento de pessoas estejam relacionados, existem diferenças importantes entre eles.

O treinamento é um processo focado no curto prazo, destinado a ensinar habilidades específicas que um funcionário precisa para desempenhar bem suas tarefas atuais. 

Por exemplo: um curso de Excel que é oferecido com o objetivo de melhorar a capacidade de um funcionário em analisar dados é um tipo de treinamento. 

Esse tipo de abordagem é geralmente estruturada, com objetivos claros e resultados esperados.

Por outro lado, o desenvolvimento de pessoas é um processo mais abrangente e de longo prazo. 

Ele se concentra no crescimento pessoal e profissional dos funcionários, preparando-os para futuras responsabilidades e desafios. 

Essa estratégia inclui o aprendizado de novas habilidades técnicas, assim como o desenvolvimento de competências como liderança, pensamento estratégico e habilidades de comunicação. 

O desenvolvimento de pessoas também envolve uma combinação de métodos (citados acima), como mentoria, coaching, experiências práticas e feedbacks contínuos, visando o progresso contínuo e o potencial máximo do indivíduo dentro da empresa.

Fica ainda mais fácil compreender esse conceito, quando pensamos em programas como o de trainee, que visam desenvolver jovens talentos para assumirem cargos de liderança na organização.

Portanto, enquanto o treinamento responde a uma necessidade imediata de conhecimento ou habilidade, o desenvolvimento de pessoas tem um enfoque mais amplo e estratégico, visando o crescimento e a preparação para o futuro.

Qual a importância do desenvolvimento de pessoas para as empresas?

O desenvolvimento de pessoas é essencial para as empresas por várias razões importantes, tais como: 

Formação de times de alta performance 

Colaboradores mais capacitados e engajados são mais eficientes em suas tarefas e contribuem para o alcance dos objetivos da organização.

Redução de turnover

Investir no desenvolvimento pessoal e profissional dos funcionários também ajuda a reduzir a rotatividade (turnover). 

Afinal, os profissionais que têm chances de progredir em suas carreiras tendem a permanecer na organização por mais tempo. 

Consequentemente, a extensão deste ciclo economiza recursos que seriam gastos com contratação e treinamento de novos funcionários e, também, fortalece a coesão e a estabilidade da equipe.

Preparação para o futuro e sucessão

Ao mesmo tempo, o desenvolvimento contínuo prepara os funcionários para assumirem novas responsabilidades e a liderarem equipes, o que impacta positivamente na melhoria do desempenho geral da empresa. 

Isso é fundamental para o crescimento sustentável dos negócios, criando um ambiente de trabalho onde a inovação e a excelência são incentivadas, reconhecidas e recompensadas. 

Como aplicar o desenvolvimento de pessoas na empresa?

Aplicar o desenvolvimento de pessoas na empresa requer um compromisso contínuo com o crescimento dos colaboradores e da organização como um todo. 

Para fazer isso, é fundamental seguir algumas etapas essenciais:

Definir os objetivos

O primeiro passo do desenvolvimento de pessoas é definir objetivos que estejam alinhados aos da empresa para orientar um planejamento coeso.

Para facilitar essa tarefa, questione:

  • O que você quer alcançar com o desenvolvimento de pessoas?
  • Quais são as necessidades da organização e dos colaboradores?
  • Quais habilidades e competências você deseja desenvolver?

Planejar as ações

Nesta etapa, é importante considerar:

  • Quais metodologias e ferramentas você vai utilizar?
  • Quem será responsável por cada ação?
  • Qual será o cronograma?
  • Como você vai comunicar o programa de desenvolvimento de pessoas para toda a organização?

Implementar as ações

Aqui é necessário implementar programas de treinamento relevantes e adaptados às necessidades identificadas, tanto técnicas quanto comportamentais. 

Busque:

  • Treinar os gestores e colaboradores nas metodologias escolhidas.
  • Fornecer os recursos necessários para o desenvolvimento das ações.
  • Acompanhar o progresso e fazer ajustes quando necessário.

Avaliar os resultados

É fundamental avaliar regularmente os programas de desenvolvimento para realizar ajustes conforme necessário, alinhando-os às mudanças nas necessidades da empresa e dos colaboradores.

Concentre-se em levantar:

  • Quais foram os resultados alcançados com o programa de desenvolvimento de pessoas?
  • As metas foram atingidas?
  • O que pode ser melhorado?

Além de seguir as etapas acima, algumas dicas para aplicar o desenvolvimento de pessoas na sua empresa são:

  • Comece pequeno: não tente implementar um programa de desenvolvimento de pessoas muito grande e abrangente de imediato. Comece com um piloto ou um projeto focado em uma área específica.
  • Seja flexível: o desenvolvimento de pessoas é um processo contínuo que precisa ser adaptado às necessidades da organização e dos colaboradores. Esteja preparado para fazer ajustes no seu programa ao longo do caminho.
  • Comunique-se: é importante comunicar o programa de desenvolvimento de pessoas para toda a organização e explicar os seus objetivos e benefícios.
  • Envolva os colaboradores: peça a opinião de todos e incentive-os a participar ativamente das ações.
  • Seja paciente: o desenvolvimento de pessoas é um processo que leva tempo. Não espere resultados imediatos.

Investir no desenvolvimento de pessoas vale muito a pena, porque quando as empresas capacitam seus colaboradores, estão se preparando melhor para enfrentar desafios e melhorar o desempenho. 

Além disso, o desenvolvimento contínuo é a base para um ambiente de trabalho mais motivador e engajado, ajudando a reter talentos dentro da empresa e fortalecer a cultura organizacional. 

Em suma, o investimento no desenvolvimento de pessoas beneficia os colaboradores individualmente, além de trazer retornos para a empresa como um todo!

Então aprenda agora como criar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) para engajar ainda mais sua equipe!

pdi guia

just in time

Just in time: o que é, objetivos e exemplos

Just in time (JIT) é uma estratégia de gerenciamento de produção que busca otimizar processos, minimizar desperdícios e elevar a eficiência operacional.  Desenvolvido pela Toyota, o JIT revolucionou a forma como as empresas gerenciam estoques e produção, ajustando a fabricação

Inovação em serviços: o que é, importância e exemplos

Quando a concorrência se intensifica e as exigências dos consumidores aumentam, o caminho que as empresas têm para sobreviver é a inovação em serviços. Afinal, a capacidade de se adaptar e oferecer algo único e valioso é o que diferencia

Encontre materiais e conteúdos da FRST