Gestão empresarial: o que é, importância e como aplicar

gestão empresarial

Um empreendimento, seja ele do tamanho que for, compreende processos, pessoas e recursos. Logo, falar sobre gestão empresarial é um assunto que interessa a qualquer pessoa que faz parte de uma empresa, independentemente do seu segmento.

Compreender o que é a gestão empresarial, sua importância e como aplicá-la de maneira eficaz são passos fundamentais para garantir a sustentabilidade e o crescimento de um negócio.

Neste artigo, vamos mostrar para você como funciona essa abordagem estruturada, quais são seus tipos e mostrar como a gestão estratégica bem aplicada pode ser um diferencial estratégico e impulsionar o desempenho da sua organização. Acompanhe!

O que é gestão empresarial?

A gestão empresarial é o conjunto de práticas, processos, estratégias e ferramentas que são utilizadas para dirigir e administrar uma organização de maneira eficaz.

Seu objetivo principal é ajudar a alcançar as metas definidas pela empresa, otimizar os recursos disponíveis, melhorar a produtividade e garantir a sustentabilidade do negócio no longo prazo.

Qual a função da gestão empresarial?

A gestão empresarial desempenha várias funções essenciais em uma empresa relacionadas ao planejamento, organização, direção e controle de atividades e recursos.

Seu objetivo primordial é coordenar todas as atividades e operações empresariais, garantindo o alinhamento entre setores, o bom funcionamento do negócio e cumprimento de seus objetivos estratégicos.

Quais são os tipos de gestão empresarial?

A gestão empresarial pode ser abordada sob diferentes estilos e modelos, cada um com suas características. Conheça os principais a seguir.

Gestão Autocrática

A gestão empresarial autocrática é caracterizada pela centralização do poder e das decisões em uma única pessoa ou um pequeno grupo de líderes. A comunicação é geralmente de cima para baixo, e a participação dos subordinados nas decisões é mínima.

Gestão Democrática

Ao contrário do primeiro modelo, a gestão democrática inclui a participação dos colaboradores no processo de tomada de decisão. As opiniões e sugestões dos funcionários são consideradas, e há um ambiente de colaboração e comunicação aberta.

Gestão Meritocrática

É um modelo de gestão empresarial baseado na valorização do mérito e desempenho dos colaboradores. As promoções, recompensas e reconhecimentos são concedidos de acordo com o desempenho individual e resultados alcançados.

Gestão pela Cadeia de Valor

A gestão pela cadeia de valor envolve a análise e a otimização de todas as atividades que adicionam valor ao produto ou serviço, desde a aquisição de matérias-primas até a entrega ao cliente final.

O objetivo é maximizar a eficiência, minimizar os custos, identificar e eliminar atividades que não agregam valor.

Gestão pelo Ciclo de Inovação

A gestão pelo ciclo de inovação concentra-se na geração de ideias e implementação de projetos disruptivos e inovadores. É um modelo que promove a cultura de inovação e a adaptação rápida às mudanças do mercado.

Gestão por Resultados

A gestão por resultados está centrada no alcance de metas específicas e mensuráveis. Os objetivos são claramente definidos, e os gestores são responsabilizados pelo cumprimento desses objetivos. Em geral, há um monitoramento e avaliação constante de desempenho, além de recompensas baseadas no alcance de objetivos.

Gestão pelo Ciclo de Deming

Também conhecido como Ciclo PDCA , é um tipo de gestão empresarial com foco iterativo, voltado para o controle e melhoria contínua de processos e produtos. Esse modelo usa como base as etapas do ciclo, que são:

  • Planejar (Plan): identificação de problemas e planejamento de soluções;
  • Executar (Do): implementação das soluções planejadas;
  • Verificar (Check): monitoramento e avaliação dos resultados;
  • Agir (Act): adoção de ações corretivas e ajustes necessários.

Qual a importância de uma boa gestão empresarial?

Fazer uma boa gestão empresarial ajuda a empresa a trilhar um caminho de mais sucesso e garantir vários benefícios. Uma boa gestão empresarial garante que todos os aspectos da organização estejam alinhados com os objetivos e a visão estratégica.

Com isso, há mais coerência nas ações e decisões e clareza de direção para todos os colaboradores. Consequentemente, pode-se fazer um melhor uso dos recursos para alcançar objetivos estratégicos.

Da mesma forma, uma gestão empresarial eficaz otimiza o uso dos recursos, sejam eles humanos, financeiros ou materiais. Isso resulta em maior eficiência operacional, reduzindo desperdícios e custos desnecessários.

Isso sem contar que a gestão empresarial eficaz tende a valorizar e motivar a equipe, criando um ambiente de trabalho positivo e engajador. Como resultado, temos uma provável maior satisfação e retenção de funcionários e melhoria no clima organizacional.

Como aplicar a gestão empresarial na prática?

Confira um guia para ajudar você a aplicar a gestão empresarial de forma eficaz na sua empresa e otimizar recursos, processos e talentos.

Defina a visão, missão e valores

Estabeleça claramente a visão, missão e valores da empresa. Isso cria uma base sólida e um norte para todas as ações e decisões. Para começar, você pode conduzir reuniões ou workshops com líderes e stakeholders para definir a visão e a missão.

Durante os debates, não deixe de garantir que os valores organizacionais escolhidos estejam alinhados com a cultura desejada.

Trace um plano estratégico detalhado

Desenhe metas e objetivos de curto e longo prazo, bem como estratégias, táticas e ações para conquistá-los. Aqui, você pode aplicar a análise SWOT para identificar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

A definição de metas SMART ajuda gestores a criar um plano de ação detalhado com responsáveis e prazos.

Estruture a organização

Defina claramente os papéis e responsabilidades na organização. Crie um organograma e estabeleça uma estrutura organizacional que facilite a comunicação e a colaboração.

Além do organograma, documente processos e procedimentos operacionais para ter mais controle e garantir que exista mais clareza e padronização em toda a operação.

Desenvolva políticas e práticas eficazes de gestão de pessoas

Implemente processos robustos de recrutamento e seleção, considerando habilidades e competências que você deseja para cada cargo. Para sua equipe, tenha programas de treinamento e desenvolvimento contínuo, além de sistemas de avaliação de desempenho e planos de carreira.

Otimize a administração de recursos

Desenvolva um orçamento anual e planos financeiros e não deixe de monitorar o fluxo de caixa e controle de custos rigorosamente. Realize análises financeiras regulares e ajustes conforme necessário.

Invista em ferramentas para monitorar o desempenho organizacional.

Utilize indicadores de desempenho chave para medir o progresso de cada ação e projeto na empresa. Uma boa ideia é implementar metodologias como Ciclo PDCA para estabelecer a melhoria contínua.

Uma possibilidade é também adotar ferramentas e tecnologias de suporte para automatizar processos e ter mais controle e visibilidade, como um ERP (Software de Gestão Empresarial), que integra todas as áreas da empresa, facilitando a gestão de recursos, processos e informações.

Ferramentas de BI (Business Intelligence) também são bem-vindas para gerar análises de dados e dar suporte à tomada de decisão.

Uma boa gestão empresarial é fundamental para otimizar o desempenho organizacional e criar um ambiente de trabalho positivo e motivador, garantindo o crescimento sustentável. Portanto, vale a pena investir em práticas de gestão eficazes para assegurar seu sucesso no longo prazo e ter mais eficiência.

E também vale investir em boas estratégias para definir bem as metas da sua empresa. Saiba mais em nosso ebook exclusivo!

definir desdobrar metas

just in time

Just in time: o que é, objetivos e exemplos

Just in time (JIT) é uma estratégia de gerenciamento de produção que busca otimizar processos, minimizar desperdícios e elevar a eficiência operacional.  Desenvolvido pela Toyota, o JIT revolucionou a forma como as empresas gerenciam estoques e produção, ajustando a fabricação

Inovação em serviços: o que é, importância e exemplos

Quando a concorrência se intensifica e as exigências dos consumidores aumentam, o caminho que as empresas têm para sobreviver é a inovação em serviços. Afinal, a capacidade de se adaptar e oferecer algo único e valioso é o que diferencia

Encontre materiais e conteúdos da FRST