Gestão industrial: o que é e importância para otimizar processos

gestão industrial

Cada tipo de empresa possui características específicas que precisam ser refletidas em seus processos de gestão. Por conta disso, é natural que tenham surgido diferentes modelos para atender a eles. Por exemplo, você conhece as particularidades da gestão industrial?

As indústrias são um setor com complexidades únicas, que demandam uma abordagem estratégica e eficiente para garantir operações produtivas e lucrativas. Então, vale a pena se familiarizar com os aspectos únicos deste tipo de gestão.

Neste artigo, você entenderá o que é gestão industrial e por que ela é importante para otimizar os processos dessas empresas.

O que é gestão industrial?

Gestão industrial é o conjunto de práticas gerenciais voltadas especialmente para o ambiente da indústria. Por ter diversas particularidades importantes, esse setor exige técnicas avançadas para otimizar fluxos financeiros, gerenciar estoques, armazenamento, entre outros.

Parte desse trabalho envolve determinar com precisão o quê, quando e em qual quantidade produzir. Por conta disso, é um trabalho que requer conhecimento técnico e boas habilidades de coordenação para garantir o funcionamento do processo produtivo.

Esse olhar especializado também possibilita a realização de análises de resultados com foco nos processos industriais. Isso vai além de simplesmente olhar os números finais, envolvendo a identificação de áreas que podem ser aprimoradas para maximizar o desempenho.

Tipos de gestão industrial

Por ser um trabalho complexo, a gestão industrial se divide em diferentes tipos que atendem a demandas distintas que existem nesse setor.

Abaixo, veja quais são os principais tipos e como se diferenciam:

Gestão da produção industrial

A gestão da produção industrial envolve o planejamento, a execução e o gerenciamento de todos os aspectos relacionados à fabricação de produtos. Então, isso vai desde a definição da infraestrutura e layout da planta até o controle de custos, vendas, estoques e logística.

Gestão de manutenção industrial

A gestão de manutenção industrial é responsável por planejar, coordenar e supervisionar todas as atividades de manutenção em uma indústria. O maior foco disso está em implementar e monitorar manutenções preventiva, preditiva, corretiva, além de fazer o controle de peças e insumos.

Gestão de processos industriais

A gestão de processos industriais trabalha com práticas, metodologias e tecnologias para controlar as operações em uma indústria. O objetivo dela é otimizar processos desde a entrada de matérias-primas até a entrega do produto final ao analisar detalhadamente cada etapa de produção.

Quais são as principais atividades da gestão industrial?

Como você viu até aqui, a gestão industrial engloba uma série de responsabilidades cruciais para garantir a eficiência, segurança e competitividade dentro de uma unidade de produção. Mas, quais atividades isso envolve exatamente?

A seguir, conheça quais são as principais tarefas associadas à este tipo de gestão:

Monitoramento da produção

Uma das prioridades da gestão industrial é monitorar o desempenho da equipe ao longo do turno, assegurando que metas de produção sejam alcançadas no prazo estabelecido. A equipe também gerencia as condições operacionais dos equipamentos para evitar falhas e minimizar o tempo de inatividade.

Análise e otimização de custos

O time de gestão industrial faz análises contínuas e detalhadas dos gastos operacionais para identificar oportunidades de economia e eficiência. A partir daí, implementam medidas práticas para otimizar o uso de recursos, reduzir desperdícios e melhorar a rentabilidade do processo produtivo.

Gestão de processos e qualidade

A gestão industrial se dedica a acompanhar de perto todas as etapas da cadeia produtiva, desde a recepção de matérias-primas até a distribuição final dos produtos finalizados. Nesse contexto, trabalham para implementar melhorias com foco em aprimorar a qualidade e o desempenho continuamente.

Segurança e saúde ocupacional

A equipe de gestão industrial atua com foco no desenvolvimento e implementação de políticas robustas de segurança para proteger os colaboradores de riscos ocupacionais e acidentes. Isso envolve planejar e executar programas de treinamento, além de inspeções regulares para garantir a conformidade com normas de segurança.

Inovação e tecnologia

Com o objetivo de manter a competitividade no mercado, a gestão industrial está constantemente buscando novas oportunidades de inovação e avanços tecnológicos. Tendo isso em mente, esses profissionais investem em pesquisa e desenvolvimento para identificar oportunidades de inovação.

Como implementar uma boa gestão industrial?

O sucesso de uma gestão industrial depende da implementação correta dela. Como cada etapa tem o seu papel, vale a pena se planejar com base nas melhores práticas desse tipo de atividade.

A seguir, conheça os passos necessários para implementar uma boa gestão na sua indústria:

Faça uma análise abrangente

Realizar uma análise completa da operação é algo básico para identificar áreas de melhoria e otimização. Para isso, é preciso examinar os processos de produção e considerar aspectos como tempo, espaço físico, recursos humanos e materiais utilizados.

Otimize custos e recursos

A otimização inteligente de custos é outro ponto decisivo para a implementação da gestão industrial. Esse trabalho envolve reduzir gastos com matéria-prima e mão de obra, além de buscar a eficiência energética e a gestão adequada do tempo de produção.

Conte com o engajamento das equipes

O sucesso de qualquer iniciativa depende do engajamento e do alinhamento dos colaboradores com os objetivos da empresa. Para isso, é importante estabelecer uma comunicação clara e aberta sobre as mudanças e melhorias planejadas.

Organize manutenções preventivas

Como você viu, uma das partes mais importantes da gestão industrial envolve garantir que os seus equipamentos estejam sempre funcionando corretamente. Para isso, certifique-se de desenvolver e seguir um cronograma rigoroso de manutenções preventivas.

Promova a melhoria contínua

Os processos não terminam uma vez que são implementados, já que esse trabalho precisa ser aprimorado constantemente. Como a ideia é trazer a melhoria contínua para a sua rotina, vale a pena experimentar a adoção da filosofia Kaizen para incorporá-la à cultura da sua empresa.

Quais são as principais tecnologias associadas à gestão industrial?

A tecnologia tem tudo para ser uma grande aliada dos processos de gestão industrial, bastando optar pelas soluções mais adequadas para as suas necessidades. Então, se o seu objetivo é aprimorá-los, é fundamental conhecer algumas siglas importantes.

Uma dessas possibilidades é o ERP (Enterprise Resource Planning), que integra e simplifica processos por meio de módulos especializados, eliminando redundâncias e automatizando tarefas administrativas complexas.

Há também o BPM (Business Process Management), que complementa essa estrutura ao focar na otimização de fluxos de trabalho. Assim, é possível aumentar a eficiência operacional, reduzindo desperdícios e melhorando a produtividade.

Antes de implementar qualquer solução tecnológica, é sempre importante se familiarizar com as suas funcionalidades e conferir se satisfazem as necessidades dos seus processos. Além disso, não se esqueça de avaliar o quanto cada tecnologia é escalável e adaptável ao seu negócio.

Agora você já sabe o quanto a gestão industrial é vital para o funcionamento desse tipo de empresa. Por mais que as indústrias tenham complexidades, é possível adotar iniciativas focadas na melhoria contínua para preparar o terreno para um futuro de crescimento e sucesso.

Um mindset ágil também pode otimizar ainda mais sua gestão. Leia tudo sobre o tema em nosso ebook exclusivo!

banner blog mindset agil

just in time

Just in time: o que é, objetivos e exemplos

Just in time (JIT) é uma estratégia de gerenciamento de produção que busca otimizar processos, minimizar desperdícios e elevar a eficiência operacional.  Desenvolvido pela Toyota, o JIT revolucionou a forma como as empresas gerenciam estoques e produção, ajustando a fabricação

Inovação em serviços: o que é, importância e exemplos

Quando a concorrência se intensifica e as exigências dos consumidores aumentam, o caminho que as empresas têm para sobreviver é a inovação em serviços. Afinal, a capacidade de se adaptar e oferecer algo único e valioso é o que diferencia

Encontre materiais e conteúdos da FRST