A relevância do aprendizado contínuo no sucesso das empresas

21/12/2023
aprendizado contínuo nas empresas

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em aprendizado e conhecimento, é muito importante ter a capacidade de se adaptar às transformações do mercado e da sociedade. 

Um dos fatores mais relevantes para converter os desafios emergentes em oportunidades de crescimento e assim prosperar neste cenário é a cultura do aprendizado contínuo nas empresas. 

Neste artigo, veremos o que significa aprendizado contínuo, como ele impulsiona o desenvolvimento profissional e por que ele é essencial para o crescimento e o sucesso das empresas e das pessoas.

O que é o aprendizado contínuo nas empresas? 

Aprendizado contínuo (ou “lifelong learning”) possui um significado bastante literal e quer dizer exatamente o processo de manter-se ativo e sustentar a constância no exercício de aprender, se atualizar e se aprimorar em seu autodesenvolvimento, para além dos ciclos educativos formais (escola, faculdade, etc).  

É o hábito de buscar novos conhecimentos, isto é, de tornar a aprendizagem parte integrante do cotidiano. 

Aprender continuamente, porém, não significa apenas fazer cursos. Significa obter conhecimento através de leituras, vídeos, conversas, mentorias, etc, podendo assim experimentar novas habilidades, aperfeiçoar competências já existentes e colocar esses ensinamentos em prática. 

Esse é um processo que se dá em diferentes âmbitos da vida, tanto de um ponto de vista pessoal, quanto profissional. 

Quando falamos do aspecto profissional, que é o foco deste artigo, o aprendizado contínuo dentro das empresas se apresenta como uma forma de ter equipes atualizadas e inovadoras, em constante desenvolvimento e engajadas em um propósito de crescimento.

Como o desenvolvimento profissional impacta o sucesso corporativo?

Estudos comprovam que o fato de as empresas adotarem uma cultura de aprendizado contínuo faz com que mais soluções inovadoras sejam trazidas para os negócios. Dados da Deloitte apontam que empresas que focam no desenvolvimento de pessoas possuem 92% mais chances de inovar edset) e estarão sempre procurando maneiras de melhorar – tanto a si mesmas, quanto em seus escopos de trabalho.  

Além disso, ambientes que são propícios ao aprendizado contínuo tendem a motivar os funcionários a se sentirem mais engajados, comprometidos e estimulados a crescer em suas carreiras. 

Hoje, o desenvolvimento e o aprendizado são apontados como principais motivadores para a permanência das pessoas em uma empresa.  

Quanto investir em aprendizado contínuo para ficar à frente da concorrência?

Não há uma regra única que se aplique a todas as emp são 37% mais produtivas. 

Isso porque as pessoas tenderão a utilizar uma mentalidade de crescimento (growth minresas quando o assunto é quanto investir em educação corporativa. Cada organização deve se basear em suas necessidades e momento de negócio, porém o ponto em comum é que orçamento nunca deveria ser um obstáculo para o aprendizado corporativo. 

Existem diversas maneiras pelas quais as empresas podem começar a investir na capacitação de suas pessoas, e é possível fazer isso de forma inteligente, otimizando despesas e maximizando os recursos disponíveis, como por exemplo: 

  • Utilizando alternativas mais acessíveis como o e-learning, que traz a flexibilidade para que os colaboradores aprendam no próprio ritmo e também é uma ótima opção pensando em custo-benefício;
  • Outra dica é avaliar as necessidades de treinamento da empresa e definir prioridades, identificando possíveis áreas ou cargos que precisem de mais atenção e começar a investir nelas.  

Um racional que pode ajudar na definição do orçamento para educação corporativa é baseado em alguns de seus benefícios que impactam diretamente o pilar financeiro das empresas: 

  • Redução de custos de contratação, treinamento e rescisão: pessoas engajadas e que sentem que estão se desenvolvendo acabam se tornando mais leais à empresa e menos inclinadas a deixá-la;
  • Redução de custos de produção, de retrabalho e reparação de danos: pessoas bem treinadas e motivadas são mais produtivas, eficientes e estão menos propensas a cometer erros;
  • Aumento da satisfação do cliente: pessoas bem treinadas e engajadas são capazes de fornecer um melhor serviço ao cliente, o que pode levar a um aumento na satisfação e, por sua vez, em vendas e receita. 

Um passo muito importante a se dar é mudar a mentalidade de que educação corporativa é custo, e passar a vê-la como investimento. Enxergando a capacitação das pessoas como alavanca para melhores resultados da empresa, será mais fácil separar uma parte do orçamento para isso e assim buscar estar alinhado ou à frente da concorrência. 

Quando implementar programas de aprendizado contínuo nas empresas?

A intenção de um processo de aprendizado contínuo é que ele se traduza em práticas que integrem as rotinas das pessoas dentro da empresa e desta maneira passem a compor a cultura da organização, ou seja, se torne uma cultura do aprendizado contínuo. 

Dito isso, ao se implementar um Programa de Aprendizado Contínuo é importante ter em mente a cultura organizacional já instalada (ou desejada, em caso de transformação cultural), questionar se existe coerência e fazer possíveis ajustes necessários. 

Isso vai auxiliar que o Programa seja de fato estratégico e consistente com o que já vem sendo praticado e incentivado em termos de comportamentos e competências da organização. 

E, quando falamos em cultura, um fator primordial é a responsabilidade da alta liderança em exercer papel ativo e ser exemplo. É importante que uma iniciativa de Aprendizado Contínuo seja uma necessidade reconhecida pelos altos líderes da organização, e assim possa permear e inspirar toda a estrutura de forma alinhada.

A vantagem competitiva da cultura de aprendizado contínuo nas empresas

Investir em educação corporativa nunca foi tão importante quanto agora, quando enfrentamos um mercado em ascendente transformação digital e nos deparamos com um modelo de educação posto em dúvida diante das necessidades impostas pela pandemia: 

  • Nova organização da rotina; 
  • Respostas mais rápidas às mudanças; 
  • Adaptabilidade e resiliência em um cenário incerto; 
  • Comunicação e colaboração 100% remotas; 
  • Autogestão e saber trabalhar de forma mais autônoma; 
  • Estabelecimento de relações de confiança mais profundas; etc. 

Vemos assim que a cultura de aprendizado contínuo se tornou ainda mais fundamental para manter a competitividade das empresas. 

Em um mercado cada vez mais acirrado, investir no capital humano é diferencial para o aumento do engajamento e performance das pessoas, para o crescimento de carreira de forma sustentável, consequentemente contribuindo para a potencialização dos resultados da empresa.

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

Inúmeras pesquisas apontam que a saúde mental durante a pandemia atingiu o seu pico de estresse. Em uma dessas pesquisas, liderada pela

Paula recebeu um desafio: assumir uma planta industrial no interior do Brasil e resolver um problema para sua empresa, uma grande multinacional

André sempre foi o melhor vendedor de sua região e, por isso, foi promovido a supervisor. Ao assumir seu novo cargo, o

 Danielle Torres, sócia-diretora da consultoria KPMG, a primeira executiva assumidamente trans do país, compartilhou sua história numa entrevista realizada à Você S/A,

A transformação digital continua sendo um direcionador de investimento das empresas, de acordo com uma recente pesquisa global da Conference Board, com

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca.  Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão

Churn é a taxa de rotatividade de clientes, representando a porcentagem que deixa de utilizar um produto ou serviço em um período

Evento Open Talks: People Centric Economy – Temporada 1, episódio 3 NO AR! O terceiro episódio do Open Talks já está disponível.

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST