Como e quando construir uma Cultura Ágil para sua organização

07/12/2023
cultura ágil

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão adotando a Cultura Ágil. 

Modelos consagrados criados por grandes empresas e disseminadas como regras definitivas, foram confrontados com novas experiências, novos modelos de negócios e regras de garagem. 

A velocidade da incorporação de novas tecnologias e do mundo digital nos colocaram no momento mais criativo e transformador, chamado de Nova Economia. 

A sobrevivência agora depende de uma cultura orientada a tecnologia, uma infraestrutura adequada e moderna, mentalidade de ecossistema que nos permitirá sair dos muros e olhar de forma diferente para parceiros e concorrentes, uma orientação inteligente aos dados, adoção do digital e por último um modelo de gestão ágil. 

Neste artigo, exploraremos o que é Cultura Ágil, sua importância, como construir uma organização orientada para a agilidade, o impacto da transformação ágil na cultura organizacional, o timing para iniciar essa mudança e como os valores ágeis influenciam a gestão de mudanças. 

O que é Cultura Ágil e por que é importante? 

A Cultura Ágil é uma abordagem que valoriza a colaboração, flexibilidade e resposta rápida às mudanças. Originada no desenvolvimento de software, essa mentalidade foi rapidamente adotada em diversos setores. 

Essa cultura promove equipes auto-organizadas, comunicação transparente e feedback contínuo. A agilidade se torna uma filosofia que permeia todos os aspectos da organização. 

Sua importância reside na capacidade de impulsionar a inovação, melhorar a entrega de produtos e serviços, e aumentar a satisfação dos clientes. 

A Cultura Ágil cria um ambiente propício para a adaptação a ambientes de negócios dinâmicos, onde a mudança é a única constante. 

Sobre o Manifesto Ágil 

Em 2001 um grupo de inquietos do setor de desenvolvimento de softwares se reuniram para discutir formas mais adaptativas de trabalho, culminando no lançamento do Manifesto Ágil. 

O manifesto tem como princípios a satisfação do consumidor, a simplicidade, a comunicação, a resposta às mudanças e a colaboração. 

Em um primeiro momento trouxe a metodologia ágil, que pode ser definida como um conjunto de técnicas e boas práticas que são implementadas durante a gestão de projetos com o objetivo de garantir maior agilidade e flexibilidade às etapas do processo. 

Esses fundamentos atualmente ganharam uma maior abrangência, transformando toda a organização. Para os historiados esse modelo foi ganhando espaço ao longo dos anos e remonta metodologias criadas séculos antes. 

Como construir uma organização orientada para a agilidade? 

Construir uma organização orientada pela Cultura Ágil envolve a criação de uma cultura e estrutura que permite à empresa se adaptar rapidamente às mudanças e às demandas do mercado, além de uma mentalidade customer centric. 

É uma filosofia onde lideranças e times auto-organizados avançam a um ritmo acelerado na busca de inovações e criação de valor, ultrapassando modelos de estrutura pesada, lentas, burocráticas e hierárquicas. 

Mas vamos com calma. Adotar a agilidade demanda planejamento adequado, estrutura, pessoas e aderência a cultura e ao modelo de negócios. 

Esses valores ágeis influenciam a gestão de mudanças ao promover uma mentalidade mais flexível, focada no cliente e centrada nas pessoas. 

A agilidade geralmente envolve a criação de equipes multifuncionais e autônomas, uma coleta regular de feedback dos envolvidos e a adaptação contínua das estratégias de mudança com base nas necessidades identificadas. 

Isso permite que a organização responda de forma mais eficaz às mudanças, minimize a resistência e alcance resultados mais alinhados com os objetivos e as necessidades dos colaboradores.

11 passos para construir uma organização ágil 

Alguns passos são fundamentais para construir uma organização orientada para a Cultura Ágil: 

  1. Defina uma visão clara: Comece definindo uma visão clara do que significa ser uma organização ágil. Isso pode envolver a definição de metas, valores e princípios que orientarão a transformação. 
  2. Envolva a liderança: A liderança é fundamental para a transformação ágil. É importante que os líderes entendam os princípios ágeis e estejam comprometidos com a mudança. Eles devem liderar pelo exemplo e apoiar a equipe na adoção de práticas ágeis. 
  3. Treine a equipe: Ofereça treinamento em metodologias ágeis, como Scrum, Kanban, Lean, e outras, para que a equipe compreenda os princípios e práticas ágeis. Isso pode envolver a contratação de treinadores ágeis ou a promoção de programas de treinamento internos. 
  4. Crie equipes autônomas: Organizações ágeis geralmente trabalham com equipes multifuncionais e autônomas. Dê às equipes a autoridade e a responsabilidade de tomar decisões e gerenciar seu próprio trabalho. 
  5. Adote processos ágeis: Implemente processos ágeis, como Scrum ou Kanban, para gerenciar o trabalho. Isso envolve a criação de quadros de tarefas, reuniões diárias de stand-up, sprints, retrospectivas, entre outros. 
  6. Cultive a colaboração: Promova uma cultura de colaboração e comunicação aberta. Isso inclui a colaboração entre equipes, compartilhamento de informações e feedback contínuo. 
  7. Aprenda com a experiência: Encoraje a experimentação e a aprendizagem contínua. Isso significa que a organização deve estar disposta a tentar coisas novas, aceitar falhas e aprender com elas. 
  8. Adapte-se às mudanças: Esteja disposto a se adaptar rapidamente às mudanças no mercado e às necessidades dos clientes. Isso pode envolver a flexibilidade na alocação de recursos e na priorização de projetos. 
  9. Promova a transparência: A transparência é essencial para uma organização ágil. Isso inclui compartilhar informações sobre o progresso do trabalho, impedimentos e desafios. A transparência ajuda a identificar problemas e tomar medidas corretivas. 
  10. Meça o progresso: Estabeleça métricas para acompanhar o progresso da transformação ágil e os resultados obtidos. Isso ajudará a identificar áreas que precisam de melhoria e a justificar o investimento na agilidade. 
  11. Esteja preparado para mudar a cultura: A transformação ágil muitas vezes requer uma mudança cultural significativa. Esteja disposto a desafiar normas e práticas antigas e a criar uma cultura que promova a agilidade. 

A transformação para uma organização orientada para a agilidade pode ser um processo desafiador e incremental. 

É importante que a liderança assuma a postura de mudar a si próprio e manter o compromisso com a mudança, além de estar disposto a adaptar a abordagem conforme necessário para atender às necessidades da sua organização e do mercado em constante transformação. 

Quando é o momento certo para iniciar a mudança para uma Cultura Ágil? 

A transição para uma Cultura Ágil não é uma jornada de curto prazo e deve ser cuidadosamente planejada. 

No entanto, identificar o momento certo para iniciar essa mudança é crucial. Geralmente, é aconselhável começar quando a organização enfrenta desafios significativos, como dificuldades na entrega de projetos, insatisfação do cliente ou a necessidade de maior inovação. 

Além disso, a liderança deve estar alinhada e comprometida com a mudança. A resistência à mudança pode ser um obstáculo significativo, por isso é essencial criar uma visão clara, comunicá-la efetivamente e envolver todos os níveis da organização. 

Como os valores Ágeis influenciam a gestão de mudanças? 

Os valores ágeis têm um papel crucial na gestão de mudanças. A transparência, por exemplo, é essencial para manter a confiança durante períodos de transformação. Comunicar abertamente os objetivos da mudança, os benefícios esperados e os desafios envolvidos cria um ambiente mais receptivo. 

A colaboração, outro valor central, promove a inclusão de todas as partes interessadas no processo de mudança. Ao envolver os funcionários em todas as fases, desde a concepção até a implementação, a resistência à mudança é reduzida, e as ideias inovadoras podem surgir de diferentes níveis hierárquicos. 

A adaptabilidade é crucial na gestão de mudanças, pois permite ajustes contínuos ao longo do processo. Isso implica reconhecer que os planos podem precisar ser ajustados com base no feedback e nas condições em constante evolução. 

O impacto da Cultura Ágil nas empresas 

Existem muitos casos de sucesso, como Amazon, Dell e Bosch. Mas também temos fracassos homéricos em organizações sem equilíbrio e com decisões equivocadas. 

Nesse momento o jeito errado produz resultados insatisfatórios, ira dos clientes e um clima organizacional caótico. 

Qualquer modelo deve ser cuidadosamente planejado, discutido e organizado, principalmente quando se trata de uma novidade que ainda não é bem compreendida pela liderança. 

Em uma empresa ágil, as decisões dos times devem ser rápidas e o time da liderança precisa ser inclusivo, promover comunicação constante, dar coaching e criar loops de aprendizado.  

A transformação ágil tem um impacto profundo na cultura da empresa, promovendo uma mentalidade de adaptação, velocidade, colaboração, aprendizado contínuo, resultados e aproximação com o cliente. 

Essas mudanças culturais podem ser essenciais para que a empresa seja mais competitiva e capaz de se adaptar às mudanças, alcançando metas e resultados numa velocidade incrível. No entanto, a mudança pode ser desafiadora e requer um compromisso a longo prazo de toda a organização. 

Se quiser continuar aprendendo sobre metodologias ágeis e como elas podem ajudar a escalar seu negócio, baixe gratuitamente nosso ebook Gestão de Projetos com Metodologia Ágil! Veja como transformar sua gestão com construção de fluxos de trabalho e otimização de processos!

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

Paula recebeu um desafio: assumir uma planta industrial no interior do Brasil e resolver um problema para sua empresa, uma grande multinacional

André sempre foi o melhor vendedor de sua região e, por isso, foi promovido a supervisor. Ao assumir seu novo cargo, o

Inúmeras pesquisas apontam que a saúde mental durante a pandemia atingiu o seu pico de estresse. Em uma dessas pesquisas, liderada pela

 Danielle Torres, sócia-diretora da consultoria KPMG, a primeira executiva assumidamente trans do país, compartilhou sua história numa entrevista realizada à Você S/A,

A transformação digital continua sendo um direcionador de investimento das empresas, de acordo com uma recente pesquisa global da Conference Board, com

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca.  Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

Às vezes, você sente que está se esforçando muito, mas os resultados não correspondem? Talvez seja hora de realizar um cálculo de

Problem-based Learning (PBL) é uma metodologia de ensino, em que as pessoas aprendem os conceitos e definições a partir da solução de

Se você está procurando por uma forma mais eficaz de conduzir os seus projetos, é muito positivo poder se apoiar em modelos

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST