O novo modelo ágil e a transformação na estrutura das empresas

06/02/2024

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca. 

Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em uma jornada que transcende os modelos empresariais tradicionais, navegando da eficiência à agilidade. 

Vamos desvendar como as empresas modernas se transformam para ler, interpretar e reagir ao comportamento do consumidor com uma velocidade antes inimaginável. 

Este conteúdo foi baseado em aulas da trilha “Inovação Customer-Centric”, construída em conjunto com o especialista Pedro Donati.

banner blog mindset agil

A eficiência como pilar competitivo 

Na década de 1930, o economista britânico Ronald Coase lançou as bases para o que se tornaria um pilar nas estratégias empresariais: a eficiência. 

Na época, a eficiência era a grande disrupção tecnológica, permitindo a criação de cadeias de suprimentos globais, varejos e bancos com uma escala sem precedentes, tudo impulsionado pela capacidade tecnológica emergente. 

Entretanto, esse modelo eficiente pressupôs a padronização e a redução de variabilidade. A busca pela redução do custo unitário levou à implementação de processos cada vez mais estruturados e fixos. 

A hierarquia organizacional consolidou-se, com o alto escalão tomando as decisões estratégicas e o nível intermediário traduzindo essas decisões em planos operacionais. 

Empresas moldadas pela eficiência prosperaram em mercados estáticos, onde as mudanças eram raras e previsíveis. 

Contudo, o cenário mudou. O mercado contemporâneo é dinâmico, e os consumidores demandam uma resposta ágil a mudanças constantes em seus comportamentos. 

As empresas, portanto, enfrentam o desafio de abandonar modelos rígidos e abraçar estruturas mais flexíveis. 

A era dos times multidisciplinares 

No final da década de 2000, um novo paradigma emergiu, desafiando as estruturas hierárquicas tradicionais. 

Empresas começaram a adotar times multidisciplinares, abandonando a visão departamentalizada em favor de uma colaboração intensiva. Estes times eram compostos por especialistas em tecnologia, negócios, marketing e operações, todos unidos por uma métrica de negócio específica. 

John Hagel, conhecido consultor de gestão e autor de vários livros, chamou essa abordagem de “learning at scale“, descentralizando as decisões e aproximando-as do núcleo de aprendizado e interação com o cliente. 

A constante interação com os clientes, a experimentação e a adaptação ágil se tornaram as chaves para o sucesso nesse novo ambiente empresarial. 

Estudo de caso: a transformação de um aplicativo 

Para ilustrar isso, gostaria de citar o caso de um aplicativo de uma grande empresa. Inicialmente, o aplicativo estava na App Store com apenas 2 estrelas, apesar de ser uma prioridade para a empresa. Embora recebesse atenção, investimento e especialistas dedicados, sua classificação permanecia baixa. 

A mudança ocorreu quando a abordagem foi reformulada. Em vez de projetos isolados, foi introduzido o conceito de “Squad” — times multidisciplinares focados em duas métricas específicas: a avaliação na App Store e o volume de usuários. Em apenas três meses, o aplicativo subiu de 2 para 4 estrelas, graças à constante interação com os clientes e à priorização de seus comentários. 

A lição aprendida com esse estudo de caso é clara: a descentralização das decisões, aproximando-as do feedback do cliente, é essencial. 

A abordagem centrada no cliente, operando por métricas de negócio, demonstrou resultados notáveis. 

O desafio está em superar não apenas questões tecnológicas, mas também em transformar o processo de decisão interno para estar mais alinhado com o feedback do cliente. 

Este artigo explorou a transformação de modelos de eficiência para estruturas mais ágeis e adaptáveis. A jornada empresarial do século XXI exige uma constante interação com os clientes, experimentação e a capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças no ambiente de negócios. 

Quer saber mais como metodologias ágeis podem te ajudar a gerir processos com mais eficiência? Baixe nosso ebook gratuito! 

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

André sempre foi o melhor vendedor de sua região e, por isso, foi promovido a supervisor. Ao assumir seu novo cargo, o

Inúmeras pesquisas apontam que a saúde mental durante a pandemia atingiu o seu pico de estresse. Em uma dessas pesquisas, liderada pela

 Danielle Torres, sócia-diretora da consultoria KPMG, a primeira executiva assumidamente trans do país, compartilhou sua história numa entrevista realizada à Você S/A,

A transformação digital continua sendo um direcionador de investimento das empresas, de acordo com uma recente pesquisa global da Conference Board, com

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão

O clima organizacional é um conceito fundamental no ambiente de trabalho moderno. Ele representa a percepção coletiva dos colaboradores sobre as práticas,

Todo profissional deve estar sempre em busca de novas maneiras de se aprimorar. Isso é tão importante que até existem termos específicos

Muitas empresas costumam focar apenas nos números de crescimento de usuários, mas há uma métrica que pode ser ainda mais esclarecedora sobre

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST