Como equilibrar hard skills e soft skills para o sucesso profissional

24/01/2024

Seja para avaliar quem já faz parte da equipe ou possíveis novas contratações, é sempre saudável ter mecanismos que ajudem a mensurar o quanto elas se encaixam nas necessidades da empresa. Em outras palavras, precisam equilibrar hard skills e soft skills.

Estes dois termos tornaram-se comuns ao considerar o potencial de contribuição de um colaborador em uma organização. Longe de serem subjetivos, eles servem como parâmetros essenciais para a formação de equipes bem-sucedidas e capazes de se adaptar.

Se você quer saber mais sobre a importância disso, não deixe de conferir o guia a seguir a respeito de como integrar hard skills e soft skills de forma eficaz.

Qual a diferença entre hard skills e soft skills?

Antes de falar sobre como equilibrar as duas, é importante esclarecer a diferença entre hard skills e soft skills. Afinal, é possível que surjam dúvidas ou que haja confusão entre esses dois conceitos sem perceber.

Para começar, o termo “skills” significa “habilidades” em inglês. A categorização em “soft” e “hard” está relacionada à natureza das habilidades, à forma como são adquiridas e aplicadas, e aos diferentes meios de desenvolvê-las e integrá-las.

Para entender as diferenças entre elas, veja as explicações a seguir juntamente com alguns exemplos:

Hard skills

As hard skills também podem ser chamadas de habilidades técnicas. São conhecimentos teóricos ou práticos adquiridos por meio de estudos ou experiência profissional.

Cada segmento tem determinadas competências que são mais valorizadas ou esperadas para certas posições. Então, elas precisam ser o mais específicas possível.

A seguir, veja alguns exemplos de hard skills:

  • fluência em inglês;
  • programação em Python;
  • edição de imagens usando Photoshop;
  • construção de páginas da web;
  • análise estatística;
  • desenvolvimento de aplicativos móveis;
  • certificações específicas do segmento;
  • segurança da informação;
  • metodologias ágeis;
  • contabilidade financeira.

Soft skills

As soft skills representam características e traços de personalidade que moldam a postura profissional de uma pessoa.

Elas não são habilidades tangíveis, mas sim formas de trabalhar que impactam as entregas, as interações e até mesmo os resultados da empresa.

Abaixo, confira alguns exemplos de soft skills:

Qual a importância das hard skills e soft skills para as empresas?

Apesar de suas características distintas, as hard skills e soft skills geralmente se combinam com o objetivo comum de formar equipes que atendam às demandas da empresa e estejam alinhadas com sua missão e valores.

Um estudo do LinkedIn revelou que 92% dos empregadores consideram as soft skills tão cruciais quanto as hard skills, se não mais. Além disso, 80% afirmam que essas habilidades interpessoais são determinantes para o sucesso da organização.

Por um lado, as hard skills possibilitam a avaliação se os profissionais possuem as competências técnicas essenciais para desempenhar as tarefas relacionadas ao cargo. Dessa forma, as organizações conseguem otimizar sua eficiência operacional e alcançar as metas pretendidas.

Já as soft skills, mesmo não sendo exatamente mensuráveis, servem para identificar potenciais colaboradores que se identificam com a sua cultura interna e valores. Basta definir o que é prioridade e alinhado à dinâmica da empresa.

7 dicas para equilibrar hard skills e soft skills

As hard skills e soft skills não são apenas importantes, como também complementares. Portanto, o desafio está em equilibrá-las de maneira a proporcionar valor para a empresa e criar uma sinergia com seus valores.

Veja a seguir 7 dicas essenciais para equilibrar hard skills e soft skills em sua organização:

1. Faça uma avaliação de necessidades

Tanto empresas quanto colaboradores precisam ter em mente as necessidades específicas do contexto em que estão inseridos. As movimentações do mercado e as exigências de cargos específicos geralmente demandam combinações particulares de hard skills e soft skills.

Esse cenário está sujeito a mudanças com base nas tendências, portanto, manter o radar ligado é crucial para se antecipar.

2. Invista em desenvolvimento contínuo

Fomentar uma cultura de desenvolvimento contínuo permite concentrar esforços nas hard skills e soft skills que necessitam de mais atenção em um determinado momento.

Afinal, a premissa é identificar lacunas e trabalhar em função delas para supri-las, seja atendendo habilidades ausentes ou aprimorando as existentes.

3. Dedique-se a aplicações práticas

Nem sempre é possível ficar apenas no campo da teoria. Para realmente extrair valor do equilíbrio entre hard skills e soft skills, é preciso colocar a mão na massa.

Isso implica buscar oportunidades para se envolver em projetos que exijam habilidades ainda não testadas, permitindo ao mesmo tempo a prática de uma postura profissional alinhada às expectativas.

4. Implemente uma cultura de feedbacks

Para que você e sua equipe possam estar em uma trilha de aprimoramento constante, é fundamental que exista uma via de comunicação eficaz funcionando.

Ou seja, todos devem estar abertos para dar e receber feedbacks relacionados a essas habilidades e competências. Mesmo pessoas em áreas menos conectadas podem oferecer ideias valiosas sob uma nova perspectiva.

5. Defina parâmetros concretos

Tanto as hard skills quanto as soft skills baseiam-se naquilo que é considerado importante para a empresa. Como não existe uma lista única de habilidades obrigatórias, é crucial que as empresas definam claramente quais competências são verdadeiramente desejáveis.

Isso se aplica tanto a possíveis novas contratações quanto aos colaboradores já presentes na equipe.

6. Crie programas de mentoria e coaching

Se a intenção é desenvolver competências estratégicas para a empresa, é vantajoso concentrar esforços nas equipes.

Isso pode ser alcançado por meio de treinamentos, programas de mentoria ou até mesmo com a orientação de um coach especializado. Essa abordagem também será valiosa para nivelar as capacidades de todos os membros da organização.

7. Promova diversidade e inclusão

A questão da diversidade tem ganhado destaque em vários setores. Entre os benefícios associados, destaca-se a oportunidade de contar com combinações desejáveis de hard skills e soft skills.

Em ambientes mais diversos, a propensão à inovação e adaptabilidade é maior. Isso, por sua vez, promove o desenvolvimento de habilidades e competências que são valiosas para alcançar os objetivos estabelecidos.

Dedicar os esforços adequados a equilibrar hard skills e soft skills tende a ser recompensador tanto para a empresa quanto para as suas equipes. Ao fazer isso, é possível alcançar uma expertise técnica aliada a uma identificação com a cultura interna que proporciona coesão e entregas de qualidade. Esse é o momento de avaliar o que é importante e implementar as estratégias certas.

Mas você sabe quais são as principais soft skills e hard skills que os profissionais precisam desenvolver hoje e no futuro? Confira quais são em nosso checklist gratuito!

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

André sempre foi o melhor vendedor de sua região e, por isso, foi promovido a supervisor. Ao assumir seu novo cargo, o

Inúmeras pesquisas apontam que a saúde mental durante a pandemia atingiu o seu pico de estresse. Em uma dessas pesquisas, liderada pela

 Danielle Torres, sócia-diretora da consultoria KPMG, a primeira executiva assumidamente trans do país, compartilhou sua história numa entrevista realizada à Você S/A,

A transformação digital continua sendo um direcionador de investimento das empresas, de acordo com uma recente pesquisa global da Conference Board, com

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca.  Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão

Motivação. Palavra tão falada que você pode pensar que já deu, já era. Nada disso. Esta é uma das 10 habilidades críticas

Para driblar a competitividade e a complexidade do mercado atual, muitas empresas já entenderam que precisam investir mais na formação e capacitação

Você está pensando em começar a trabalhar com Scrum, Kanban ou outro método similar? Então, precisa se preparar para vencer alguns desafios

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST