5S: conheça a metodologia dos 5 sensos e como implementar na empresa

20/03/2024

A metodologia 5S é uma abordagem japonesa para organização e otimização do ambiente de trabalho. 

Baseada em cinco princípios fundamentais – Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke -, o método visa promover a disciplina, a eficiência e a produtividade nos espaços corporativos. 

As empresas que a implementam podem melhorar a qualidade de seus processos, reduzir desperdícios e criar um ambiente mais seguro e agradável para seus colaboradores.

Se você deseja otimizar sua rotina de trabalho e alcançar bons resultados, continue lendo para saber como o 5S pode mudar completamente a forma como você e sua empresa operam! 

O que é a metodologia 5S?

A metodologia 5S é um sistema de gestão que busca promover a organização, limpeza e padronização do ambiente de trabalho, visando melhorar a eficiência operacional, a segurança e o bem-estar dos colaboradores. 

Ela é composta por cinco princípios, cada um representando uma etapa essencial no processo de transformação do local de trabalho. Seus pilares são os seguintes:

  • Seiri (senso de utilização);
  • Seiton (senso de organização);
  • Seiso (senso de limpeza);
  • Seiketsu (senso de normalização);
  • Shitsuke (senso de disciplina).

Basicamente, hoje, o 5S é reconhecido como uma das ferramentas fundamentais da gestão enxuta (Lean Management) e é amplamente utilizado como parte de programas de melhoria contínua em organizações de todos os tipos e tamanhos. 

Sua importância na promoção de uma cultura de excelência e eficiência segue sendo bastante valorizada, permanecendo como relevante nos ambientes de trabalho modernos.

banner blog mindset agil

Qual a origem do 5S?

Embora seja uma metodologia aplicada em todo o mundo, o 5S tem sua origem enraizada na cultura japonesa e na história da gestão de qualidade. 

Mais precisamente no Japão do pós-Segunda Guerra Mundial, no período de reconstrução e desenvolvimento econômico conhecido como “Era Showa” (1926-1989).

Durante esse período, o país enfrentou uma série de desafios econômicos e sociais, incluindo a devastação causada pelo conflito, escassez de recursos e a necessidade de reconstruir e modernizar sua indústria. 

Foi nesse contexto que surgiram várias abordagens e filosofias de gestão voltadas para a melhoria da eficiência e qualidade nos processos produtivos.

Uma das figuras proeminentes associadas ao desenvolvimento do 5S foi o professor Kaoru Ishikawa, conhecido como um dos pais da gestão da qualidade japonesa. Ishikawa foi um defensor fervoroso de práticas de gestão que enfatizavam o envolvimento dos funcionários na identificação e resolução de problemas, bem como na melhoria contínua dos processos.

No entanto, não há um consenso de informações sobre a real origem do 5S. É importante destacar que os princípios que fundamentam o 5S não foram necessariamente uma invenção exclusiva de uma única pessoa ou organização. 

Em vez disso, eles evoluíram ao longo do tempo, influenciados por várias fontes incluindo as tradições culturais japonesas, as práticas de gestão das empresas e a absorção de ideias de outras escolas de pensamento, como o movimento de Qualidade Total e o Sistema Toyota de Produção.

Desde sua origem, ao longo das décadas, o 5S foi gradualmente refinado e popularizado, ganhando proeminência em empresas em todo o mundo. 

Quais são os 5 processos/princípios da metodologia 5S?

A metodologia dos 5S traz consigo uma proposta essencial: estabelecer um controle de qualidade. 

Cada uma das etapas oferece uma oportunidade única de aprimoramento e organização dentro das empresas. Vamos explorar em mais detalhes o que cada um dos cinco princípios pode proporcionar:

Seiri (Senso de utilização)

Este primeiro princípio envolve a identificação e separação dos itens necessários dos desnecessários no ambiente de trabalho. Trata-se da premissa básica para a melhoria da eficiência operacional. 

Nessa etapa, os itens obsoletos ou em excesso devem ser removidos, deixando apenas o que é essencial para o trabalho. 

Essa prática não apenas reduz o desperdício de espaço, mas também facilita a localização e acesso aos itens necessários, melhorando a utilização dos recursos.

Seiton (Senso de ordenação) 

O segundo princípio concentra-se na organização eficiente dos itens que permanecem após o Seiri. 

Cada item deve ter um local designado, de fácil acesso e identificação, para que os colaboradores saibam onde encontrá-los e devolvê-los após o uso. 

Isso ajuda a minimizar o tempo perdido na busca por ferramentas ou materiais, além de contribuir para um ambiente de trabalho mais limpo e seguro.

Seiso (Senso de limpeza)

O terceiro princípio refere-se à prática regular de limpeza e manutenção do ambiente de trabalho, o que inclui a remoção de sujeira, poeira, resíduos e qualquer outro tipo de poluição que possa comprometer a segurança, a qualidade do trabalho ou o bem-estar dos colaboradores. 

Para os orientais, manter um ambiente limpo não apenas melhora a aparência do local de trabalho, mas também tem o poder de proporcionar um ambiente de produtividade e de alto desempenho

Seiketsu (Senso de padronização)

Este princípio diz respeito à criação de procedimentos para manter os três primeiros sensos (Seiri, Seiton e Seiso). 

Dentro da metodologia, estabelecer padrões consistentes ajuda a garantir que as práticas de organização, limpeza e manutenção se tornem parte da cultura da empresa e sejam seguidas de forma rotineira por todos os colaboradores.

Com isso, o objetivo é promover a sustentabilidade das melhorias realizadas e evitar a recaída para hábitos antigos.

Shitsuke (Senso de Disciplina)

O quinto e último princípio envolve o comprometimento para seguir os princípios anteriores de forma consistente e contínua. 

Isso requer a conscientização, o treinamento e o engajamento dos colaboradores em manter um ambiente de trabalho organizado, limpo e seguro. 

O objetivo desta etapa é que, com o desenvolvimento de uma cultura de disciplina, a excelência operacional conquistada através do método, poderá ser sustentada a longo prazo. 

Quais são os benefícios da metodologia 5S?

Os benefícios do 5S abrangem diversos aspectos do ambiente de trabalho e da organização como um todo. Eles podem impactar positivamente a produtividade e, até mesmo, o engajamento dos colaboradores. 

Mas não apenas isso, a implementação do 5S visa favorecer um desempenho operacional excepcional, bem como uma vantagem competitiva sustentável no mercado.

Veja aqui estão alguns aspectos importantes:

  • Melhoria da eficiência e produtividade: que é conseguida com a otimização dos processos e fluxos de trabalho. 
  • Redução de desperdícios e custos: isso porque a partir da eliminação de itens desnecessários e da organização do espaço de trabalho, é possível evitar retrabalho e excesso de estoque, tornando a empresa mais competitiva e lucrativa.
  • Ambiente de trabalho mais seguro e saudável: com a remoção de sujeira, poeira e resíduos, os obstáculos e os perigos potenciais são reduzidos e os riscos de acidentes e lesões são, consequentemente, diminuídos. 
  • Aumento da satisfação e motivação dos colaboradores: que é conseguida uma vez que eles se sentem mais valorizados e respeitados quando trabalham em um ambiente bem cuidado.
  • Facilitação da identificação de problemas e implementação de soluções: a metodologia 5S promove a cultura de melhoria contínua ao encorajar os colaboradores a identificar problemas, propor soluções e implementar mudanças positivas. 
  • Melhoria da reputação da empresa: uma vez que um ambiente de trabalho limpo, organizado e eficiente reflete positivamente na imagem da empresa perante clientes, fornecedores e parceiros. 

Como aplicar o 5S na empresa?

Algumas dicas para aplicar o 5S na empresa são:

Sensibilização e treinamento

Esse primeiro passo envolve garantir que todos os colaboradores compreendam os princípios e os objetivos da metodologia. Isso pode ser feito por meio de sessões de sensibilização e treinamentos, nos quais são explicados os conceitos do 5S e sua importância para a organização.

Formação de equipe

O segundo passo é formar uma equipe dedicada para liderar a implementação. Essa equipe deve ser composta por membros de diferentes departamentos e níveis hierárquicos, garantindo uma ampla e variada representação dentro da empresa.

Auditoria 

O passo seguinte é realizar uma auditoria inicial. Isso é essencial para avaliar a situação atual do ambiente de trabalho e identificar áreas que precisam de melhorias. 

Essa auditoria pode incluir a avaliação da organização do espaço, da limpeza, da segurança e do cumprimento de padrões de trabalho.

Implementação das etapas do 5S

Após a auditoria inicial, a implementação do 5S pode começar, seguindo cada uma das cinco etapas.

Monitoramento e manutenção

Uma vez implementados, os sensos do 5S devem ser monitorados e mantidos regularmente. 

Isso pode ser feito por meio de auditorias periódicas, inspeções visuais e pelos feedbacks dos colaboradores.

Neste passo, é importante corrigir quaisquer desvios ou problemas identificados e garantir que os princípios do 5S se tornem parte da cultura organizacional.

Melhoria contínua

O 5S é um processo contínuo de melhoria, por isso, é importante promover essa cultura na empresa. 

Fazer isso envolve incentivar os colaboradores a identificar oportunidades de aprimoramento, a propor soluções e a implementar mudanças para tornar o ambiente de trabalho cada vez mais eficiente, seguro e produtivo.

Qual a relação do 5S com outros conceitos de gestão?

A metodologia 5S não existe de forma isolada no mundo da gestão, mas sim, em conjunto com outros conceitos e práticas que buscam promover a eficiência e a excelência operacional nas organizações. 

Veja como ela se encaixa em outros sistemas:

Lean Manufacturing

O Lean Manufacturing é uma abordagem de gestão que busca eliminar desperdícios e maximizar o valor para o cliente. 

O 5S é frequentemente considerado como uma das ferramentas fundamentais da Lean, pois promove a organização, a limpeza e a padronização, que são essenciais para reduzir desperdícios e otimizar os processos.

Kaizen (Melhoria Contínua)

O 5S está alinhado ao conceito de Kaizen – que significa melhoria contínua em japonês. 

Ambos os conceitos compartilham a ideia de que pequenas melhorias podem levar a grandes mudanças ao longo do tempo. 

Sendo assim, com a implementação do 5S as empresas estão, na verdade, adotando uma abordagem “kaizen”, incentivando os colaboradores a identificar oportunidades de aprimoramento e a implementar mudanças em seus ambientes de trabalho.

Qualidade Total

O 5S também está relacionado ao conceito de Qualidade Total, que busca envolver todos os colaboradores em atividades de melhoria da qualidade em todas as etapas dos processos.

Sistema Toyota de Produção

O 5S foi influenciado pelo Sistema Toyota de Produção, uma filosofia de gestão desenvolvida pela Toyota que visa maximizar a eficiência e minimizar o desperdício. 

Muitos dos princípios e práticas do 5S, como a organização do espaço de trabalho, a padronização de processos e a promoção da melhoria contínua, têm suas raízes nesse sistema.

Agora que você conhece mais sobre um dos principais sistemas de gestão, que tal entender melhor como definir suas metas em direção ao sucesso? Leia nosso ebook exclusivo!

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca.  Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão

O Diagrama de Pareto é uma ferramenta de produtividade e gestão da qualidade muito usada no universo corporativo, ajudando na resolução de

Como enfrentar as rápidas mudanças e os desafios constantes no dinâmico mundo dos negócios? A resiliência profissional te ajuda a passar por

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST