O que são índices de produtividade e como medi-los?

Você está sentindo que seus projetos estão levando mais tempo do que o esperado e não estão alcançando os resultados desejados? É aí que se torna importante mensurar a produtividade da empresa continuamente.

Os índices de produtividade da sua organização são cruciais para saber se você está utilizando seus recursos de maneira eficiente. Isso é fundamental para alcançar seus objetivos e crescer no seu segmento.

Quer ajuda nisso? Então, confira o artigo a seguir para se familiarizar com a ideia de índices de produtividade.

O que é índice de produtividade?

Um índice de produtividade é uma medida que avalia a relação entre os recursos empregados pela empresa e o resultado obtido a partir deles.

Ao analisar o índice de produtividade, é possível avaliar a eficiência de um negócio em qualquer aspecto. Isso serve como base para aprimorar as operações, buscando maneiras de aumentar a produção com menos.

Além disso, é uma ferramenta útil para identificar áreas que necessitam de melhorias. Por exemplo, se um setor estiver utilizando recursos em excesso com retornos abaixo do esperado.

Quais são os principais índices (ou indicadores) de produtividade?

Quando falamos sobre índices de produtividade, na verdade estamos nos referindo a diferentes medidas que podem representar aspectos distintos. Para facilitar a compreensão, é preciso agrupá-los por tipo.

A seguir, veja quais são os principais índices (ou indicadores) de produtividade que podem ser aplicados na sua empresa:

Qualidade

Um indicador de qualidade avalia se o que está sendo entregue aos clientes corresponde às suas expectativas. Isso pode variar significativamente dependendo do setor e do público-alvo.

Independentemente disso, monitorar esse índice é essencial, pois ele impacta não apenas as decisões de compra dos consumidores, mas também a fidelização deles e a reputação da marca.

Capacidade

A análise dos indicadores de capacidade auxilia na quantificação da capacidade de atendimento da empresa. Essencialmente, eles avaliam a eficiência dos processos de produção.

Entender a capacidade de produção é fundamental para o planejamento das atividades. Além disso, esses índices podem ser acompanhados individualmente para avaliar a taxa de entrega de cada colaborador.

Estratégico

Os indicadores estratégicos coletam e analisam informações relacionadas aos objetivos da empresa, como alcance de determinado público-alvo ou crescimento em relação a um período anterior.

Eles são importantes porque se adaptam precisamente às suas metas e ajudam a apontar o quão perto delas a sua organização está. 

Lucratividade

A análise dos indicadores de lucratividade oferece uma visão sobre a sua saúde financeira. Essas medidas são essenciais para tomar decisões estratégicas e compreender o desempenho financeiro.

Alguns dos KPIs incluídos nesse conjunto são margem de lucro bruto, lucro líquido, contas a receber e índices de ativos.

Turnover

O turnover está relacionado aos funcionários e ao tempo que permanecem trabalhando em sua organização. Como isso afeta diretamente a produtividade, é um indicador tão importante quanto os outros.

Afinal, os processos de integração de um novo colaborador à empresa consomem tempo e podem impactar a produtividade da equipe.

Por que calcular a produtividade na empresa?

Calcular a produtividade na empresa é um exercício necessário para contextualizar a atuação dela de maneira clara e objetiva.

Esse esforço nos permite avaliar os resultados à luz dos esforços dedicados a eles, o que ajuda a identificar áreas de alta e baixa eficiência. A partir dessa análise, é possível elaborar estratégias para melhorar os números obtidos.

Aliás, acompanhar a produtividade ao longo do tempo é essencial para manter um ritmo de melhoria contínua em nossos processos. Isso significa otimizar nossas ações de maneira estratégica, utilizando nossos recursos de forma cada vez mais inteligente.

Uma empresa que não avalia sua produtividade regularmente corre o risco de estagnar ou até mesmo regredir em relação aos concorrentes. Afinal, sem essa análise, fica difícil identificar oportunidades de aprimoramento em nossos processos.

Felizmente, calcular a produtividade não é tão complicado quanto pode parecer. Existem fórmulas e metodologias estabelecidas que nos ajudam a simplificar essa tarefa e nos permitem realizar uma análise competente.

Quais as melhores formas de calcular a produtividade?

Depois de decidir pela importância de monitorar os índices de produtividade da sua empresa, é fundamental entender as opções disponíveis para chegar a esses números. Existem diferentes abordagens, o que permite escolher aquela que melhor se adapta às suas necessidades específicas.

Confira as melhores formas de calcular a produtividade a seguir:

Definição de metas

Antes de tudo, é essencial estabelecer objetivos e metas para o cálculo de produtividade. Ter uma direção clara é fundamental para interpretar os números de maneira significativa, ajudando a entender o quão próximo ou distante você está de atingir seus objetivos.

Comparações periódicas

A base para acompanhar os índices de produtividade está na comparação. É importante repetir esse processo regularmente e comparar os resultados ao longo do tempo para observar a evolução. Isso também ajuda a identificar padrões e tendências nos resultados.

Avaliações segmentadas

Se sua empresa nunca realizou esse tipo de cálculo, é possível começar com uma pequena amostra. Isso proporciona resultados mais rapidamente, permitindo implementar soluções e observar retornos mais ágeis. Segmentar a análise também é útil quando diferentes departamentos têm funcionamentos distintos.

Uso de fórmulas

As fórmulas oferecem uma maneira quantitativa de comparar o índice de produtividade de forma específica. Existem várias opções disponíveis, mas a maioria envolve dividir o volume de produção pelos recursos utilizados. O ideal é que o resultado seja igual ou superior a 1.

Apoio da tecnologia

A tecnologia pode ser uma grande aliada na mensuração da produtividade da empresa. Ferramentas e softwares de gestão de projetos, por exemplo, permitem acompanhar o progresso das tarefas ao longo do tempo e gerar relatórios que auxiliam na análise dos resultados.

Como aumentar a produtividade na empresa?

Para melhorar a produtividade na empresa, uma vez que você tenha analisado os números dos índices de produtividade, o próximo passo é desenvolver planos de ação estratégicos para aprimorá-los. Cada organização é única, então a solução ideal será definida pelo contexto específico.

Em geral, algumas medidas que podem ser adotadas para aumentar a produtividade incluem:

  • estabelecer metas mensuráveis de produtividade, levando em consideração os resultados atuais e os objetivos desejados;
  • definir responsabilidades claras para cada membro da equipe, assim como as expectativas por trás delas;
  • cultivar uma cultura de feedback, onde tanto líderes quanto colaboradores contribuam para o crescimento mútuo;
  • encontrar maneiras eficazes de incentivar o engajamento do time, compreendendo suas principais motivações;
  • pesquisar e implementar ferramentas que otimizem as tarefas mais mecânicas e repetitivas;
  • oferecer treinamento às equipes e adotar um plano de desenvolvimento individual para os funcionários, visando aprimorar suas habilidades.

Ao entender a importância de acompanhar seus índices de produtividade e integrar esse processo à sua rotina, sua empresa não só se torna mais consciente de sua eficiência operacional, mas também adquire ferramentas para melhorá-la. Então, aproveite essa oportunidade para potencializar o desempenho de sua equipe.

Como mencionado acima, para melhorar o índice de produtividade dos colaboradores na sua empresa, um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) pode ser uma excelente ferramenta. Aprenda como criar um em nosso guia exclusivo!

just in time

Just in time: o que é, objetivos e exemplos

Just in time (JIT) é uma estratégia de gerenciamento de produção que busca otimizar processos, minimizar desperdícios e elevar a eficiência operacional.  Desenvolvido pela Toyota, o JIT revolucionou a forma como as empresas gerenciam estoques e produção, ajustando a fabricação

Inovação em serviços: o que é, importância e exemplos

Quando a concorrência se intensifica e as exigências dos consumidores aumentam, o caminho que as empresas têm para sobreviver é a inovação em serviços. Afinal, a capacidade de se adaptar e oferecer algo único e valioso é o que diferencia

Encontre materiais e conteúdos da FRST