Gestão: o que é, tipos e importância para empresas

06/06/2024

Existe um ponto em comum entre as empresas mais bem-sucedidas do mundo: uma boa gestão. Desde startups até nomes consolidados do mercado precisam desse elemento para terem bons resultados e se destacarem em meio à concorrência.

No entanto, ainda há muita confusão sobre o que realmente constitui uma boa gestão e como ela pode ser implementada corretamente em diferentes contextos empresariais. E as organizações que erram nessa abordagem tendem a sofrer consequências bastante negativas.

Para ajudar você nisso, traremos neste artigo as principais informações sobre gestão, incluindo seus tipos, princípios e metodologias. Boa leitura!

O que é gestão?

No contexto corporativo, gestão se refere ao conjunto de práticas, políticas e processos adotados pela empresa para administrar suas operações. Isso envolve desde a tomada de decisões estratégicas e planejamento até o monitoramento e controle de seus resultados.

Dessa forma, pode-se dizer que a gestão engloba todas as áreas de atuação do ambiente corporativo, como finanças, recursos humanos, marketing, vendas, governança, entre outras. O objetivo dela é sempre promover a eficiência, transparência e responsabilidade em todos os aspectos do negócio.

Esse trabalho se baseia em uma série de princípios que promovem a otimização e a clareza das operações da organização. No entanto, não é um processo rígido; em vez disso, é dinâmico e adaptativo, sendo constantemente revisado e ajustado conforme o contexto se transforma.

Sem dar a devida atenção à gestão, uma empresa tende a enfrentar diversos desafios que podem comprometer sua sustentabilidade e sucesso no mercado. Entre eles, estão a possibilidade de problemas financeiros, baixa produtividade, insatisfação de funcionários e riscos de compliance.

Com uma abordagem integrada que considere os aspectos da empresa, é possível definir as práticas e políticas mais adequadas para as características dela. Assim, a organização pode alinhar suas ações estratégicas e operacionais com seus objetivos de longo prazo.

líder bate metas

Um histórico do conceito de gestão

O conceito de gestão tem as suas raízes há muito mais tempo do que a maioria das pessoas imagina. Por exemplo, existem indícios de práticas administrativas entre os sumérios e construtores das pirâmides no Antigo Egito.

Nos séculos 19 e 20, as revoluções industriais e tecnológicas catalisaram teorias e práticas de gestão, influenciadas por economistas clássicos e inovadores técnicos, como Taylor, Weber, Drucker e Falconi, definindo a gestão contemporânea.

Hoje, já ocorreu o processo de formalização da educação em gestão. Além disso, essa ideia se adapta continuamente com o advento de tecnologias disruptivas como a internet e a Inteligência Artificial, desafiando as teorias de gestão existentes e impulsionando debates.

Qual a diferença entre gestão e administração?

Quando falamos neste assunto, é arriscado confundir os termos “gestão” e “administração”, embora muitas vezes sejam usados de forma intercambiável. Porém, eles possuem diferenças sutis que podem influenciar a compreensão e a aplicação deles no ambiente corporativo.

Como você já viu até aqui, a gestão é um conjunto de práticas voltadas para o crescimento e desenvolvimento contínuo da empresa, atuando com foco em seus processos e resultados. Ou seja, seu objetivo é a manutenção e organização de pessoas, recursos e a obediência às determinações administrativas da empresa.

Já a administração engloba a ação de planejar, coordenar, controlar e organizar todos os recursos de uma empresa, podendo ser desde o físico até os recursos humanos. Dessa forma, o propósito da administração é conduzir o negócio de maneira geral, buscando as metas e objetivos traçados para a organização.

Ou seja, enquanto a gestão é mais voltada para a rotina de trabalho e as relações pessoais, a administração tem um viés mais analítico, atuando de forma mais estratégica e técnica.

Qual a importância de uma boa gestão?

Uma boa gestão é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Por conta disso, deve ser uma das áreas priorizadas no planejamento e execução das atividades organizacionais.

Afinal, ela permite que o time alcance resultados satisfatórios, além de potencializar seu crescimento sustentável. Ela garante que todos os aspectos da organização, desde as finanças até os recursos humanos, possam alcançar seus objetivos estratégicos.

Concentrar os esforços necessários para uma boa gestão também é essencial para um ambiente de trabalho mais positivo para os colaboradores. Isso se dá a partir de um foco em motivar os funcionários, promover a colaboração e a comunicação de modo que todos atuem em função de um objetivo comum.

As empresas que não dedicam tempo e recursos a cuidar da gestão tendem a sofrer com diversos tipos de problemas. Por exemplo, aumenta a incidência de erros, os colaboradores ficam mais desmotivados, os gastos saem do controle e os resultados são negativamente impactados.

Ou seja, a sobrevivência de uma empresa está diretamente ligada à sua capacidade de fazer uma boa gestão de seus processos e recursos. Então, é preciso reconhecer a importância desse aspecto do trabalho e garantir sua boa implementação.

E qual é a função da gestão em uma empresa?

Como você viu até aqui, a gestão desempenha um papel fundamental para o funcionamento de qualquer tipo de empresa. Isso porque as suas funções abrangem todos os aspectos da atuação dela, o que ajuda a entender a complexidade e a interdependência das atividades empresariais.

A seguir, confira quais são as principais funções da gestão no contexto corporativo:

Definição e alinhamento de objetivos

A gestão é responsável por estabelecer os objetivos da empresa e garantir que eles estejam alinhados com as expectativas das equipes. Para isso, são definidas metas claras e mensuráveis, além de comunicá-las de forma eficaz para todos os membros da organização.

Planejamento e organização de recursos

A gestão também envolve a definição de estratégias de ação e a organização daquilo que é necessário para atingir os objetivos. Ou seja, engloba a identificação dos recursos disponíveis, a alocação eficiente deles e o gerenciamento das atividades para assegurar que os objetivos sejam alcançados.

Coordenação das pessoas

A gestão tem um papel essencial na motivação e coordenação dos esforços da equipe para garantir o sucesso da organização. Uma das ferramentas mais importantes para isso é uma liderança eficaz, que contribui para a promoção de um ambiente de trabalho positivo e para a motivação das equipes.

Controle e monitoramento

A gestão é responsável por monitorar o progresso em direção aos objetivos e fazer ajustes nos planos conforme necessário. Para isso, ela avalia regularmente o desempenho da organização, identifica áreas de melhoria e implementa ações corretivas quando necessário.

Adaptação e crescimento

A gestão deve garantir que a organização consiga inovar e se adaptar em um ambiente de negócios em constante mudança. Por conta disso, parte desse trabalho envolve a adaptação da empresa às novas exigências do mercado e o seu crescimento ao identificar oportunidades e ameaças em seu segmento.

Quais são os princípios da gestão?

O conceito de gestão se baseia em princípios que ajudam a nortear uma organização em aspectos que vão desde a sua estrutura até os seus colaboradores. Eles são orientados por valores que servem para direcionar a conduta e as decisões da empresa.

A seguir, veja quais são os princípios da gestão e o que eles representam:

  • transparência: envolve o compartilhamento de informações importantes sobre a empresa de maneira clara e aberta para seus stakeholders;
  • equidade: trata-se do tratamento justo e igual de todos os sócios e demais partes interessadas;
  • prestação de contas: envolve a responsabilidade das lideranças em prestar contas de sua atuação de modo claro, conciso e compreensível;
  • responsabilidade corporativa: engloba o cuidado com a viabilidade econômico-financeira das organizações e a redução dos reflexos negativos de seus negócios e operações.

E quais são os principais tipos de gestão?

No ambiente corporativo, a gestão pode ser subdividida em vários tipos, cada um focado em uma área específica da organização. Assim, podem assegurar que todas as partes da empresa funcionem bem e alcancem seus objetivos.

Abaixo, veja quais são os principais tipos de gestão e as suas competências:

Gestão de recursos humanos

A gestão de recursos humanos foca no recrutamento, seleção, treinamento, desenvolvimento e retenção de talentos. Também chamada de gestão de pessoas, essa área busca criar e manter um ambiente de trabalho positivo que promova a produtividade e o desenvolvimento organizacional.

Gestão financeira

A gestão financeira de uma empresa envolve a administração dos seus recursos financeiros, o planejamento de investimentos, o controle de custos e o fluxo de caixa, além da análise de riscos. O objetivo é garantir a sustentabilidade e a lucratividade da organização a longo prazo.

Gestão de operações

Focada na eficiência e eficácia dos processos de produção e entrega de serviços, a gestão de operações tem como objetivo aumentar a produtividade e minimizar custos. Isso é feito enquanto se garante a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos, abrangendo a gestão da cadeia de suprimentos, controle de qualidade e logística.

Gestão de projetos

A gestão de projetos aplica conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas para lidar com esse aspecto tão importante para a empresa. Isso inclui o planejamento, execução, monitoramento e encerramento de projetos com o cumprimento de prazos, orçamento e escopo definidos.

Gestão de qualidade

O trabalho da gestão de qualidade envolve assegurar que os produtos e serviços oferecidos pela organização atendam aos padrões e expectativas dos clientes. Geralmente são implementados sistemas de qualidade como ISO e a promoção de uma cultura de melhoria contínua.

Gestão de marketing

A gestão de marketing envolve a identificação e satisfação das necessidades dos clientes. A ideia é construir e manter relacionamentos fortes com eles, aumentando a participação de mercado e a fidelidade à marca.

E quais os benefícios de uma boa gestão?

Uma boa gestão é importante para qualquer tipo de empresa, principalmente por conta dos benefícios que traz para a atuação dela. Cada um deles ajuda a justificar o investimento nas práticas e processos que ajudem a alcançar excelência nessa área.

Ao se dedicar a uma boa gestão na empresa, é possível aproveitar benefícios como:

  • permite contar com informações valiosas para tomar decisões melhores;
  • redução do desperdício e melhora da utilização dos recursos, levando a uma maior eficiência operacional;
  • ajuda a empresa a gerenciar seus recursos financeiros de maneira eficiente, otimizando seu fluxo de caixa e rentabilidade;
  • adaptação mais fácil às mudanças do mercado e movimentações dos concorrentes;
  • cria um ambiente que encoraja a experimentação e a tomada de riscos, promovendo a inovação.

Quais as principais metodologias de gestão hoje?

Sendo um trabalho tão complexo e multidisciplinar, o trabalho de gestão pode ser otimizado com a ajuda de algumas metodologias consolidadas. Elas trazem uma estrutura mais eficiente para lidar com os desafios organizacionais e alcançar melhores resultados.

Quer saber mais? Então, confira a seguir quais são as principais metodologias de gestão atuais e as suas diferenças:

Scrum

O Scrum é uma estrutura de gestão de projetos que ajuda equipes a estruturar e gerenciar o trabalho. Ele funciona a partir de um conjunto de valores, princípios e práticas que promovem a colaboração entre equipes, transparência e adaptação contínua.

O maior atrativo do Scrum é que ele promove uma cultura de colaboração e comunicação entre os membros da equipe. Além disso, traz uma visibilidade clara do progresso de cada tarefa.

PDCA

O ciclo PDCA (Plan, Do, Check, Act) é um método iterativo de gestão de qualidade para o controle e melhoria contínua dos processos e produtos da empresa. Cada letra dessa sigla representa uma etapa dessa metodologia: planejar, fazer, verificar e agir.

Essa estrutura traz diversos benefícios, como facilitar a tomada de decisão, promover o aprendizado contínuo e a garantia de um diagnóstico apurado sobre suas atividades.

OKR

A sigla OKR significa Objectives and Key Results, ou objetivos e resultados-chave. Trata-se de uma metodologia que as empresas utilizam para definir e alcançar diferentes tipos de metas de maneira transparente, focada e mensurável.

Como consequência, isso ajuda a promover uma cultura de alto desempenho, focada em resultados para metas que podem até ser mais desafiadoras e ousadas.

NCTs

Muito da gestão depende da definição e acompanhamento de metas que tenham a ver com os objetivos do negócio. Então, pode ser benéfico contar com uma metodologia relacionada a esse aspecto do trabalho, como no caso da NCTs.

Isso significa Narrativas, Compromissos e Tarefas, sendo que cada um desses termos se refere a uma das etapas do processo de definição e acompanhamento de metas. Assim, é possível contar com uma abordagem mais estruturada e eficaz para esse aspecto tão importante do trabalho.

A gestão é um dos pilares fundamentais de qualquer empresa bem-sucedida. Afinal, ela ajuda a garantir a eficiência e a eficácia das operações, abrindo as portas para oportunidades de crescimento e inovação. Então, aproveite para se basear nas informações que trouxemos para priorizar as suas ações.

E também não pare seus estudos por aqui! Baixe agora nosso ebook sobre como definir e desdobrar metas e tenha uma gestão cada vez mais assertiva!

definir desdobrar metas

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

Paula recebeu um desafio: assumir uma planta industrial no interior do Brasil e resolver um problema para sua empresa, uma grande multinacional

André sempre foi o melhor vendedor de sua região e, por isso, foi promovido a supervisor. Ao assumir seu novo cargo, o

Inúmeras pesquisas apontam que a saúde mental durante a pandemia atingiu o seu pico de estresse. Em uma dessas pesquisas, liderada pela

 Danielle Torres, sócia-diretora da consultoria KPMG, a primeira executiva assumidamente trans do país, compartilhou sua história numa entrevista realizada à Você S/A,

A transformação digital continua sendo um direcionador de investimento das empresas, de acordo com uma recente pesquisa global da Conference Board, com

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca.  Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão

“Deixem que o futuro diga a verdade e avalie cada um de acordo com o seu trabalho e realizações. O presente pertence

LNT é o processo estratégico de identificação das necessidades de treinamento dos colaboradores em uma empresa.  Essa prática fundamental visa aprimorar habilidades

Evento Open Talks: People Centric Economy – Temporada 1, episódio 3 NO AR! O terceiro episódio do Open Talks já está disponível.

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST