Gestão de pessoas: o que é, pilares e como desenvolver

04/06/2024

Não dá para negar que uma empresa não existe sem os seus funcionários, certo? Dada essa importância, a gestão de pessoas se torna um elemento vital para o sucesso de qualquer organização.

No entanto, não basta apenas gerir pessoas. É preciso ir além disso e entender como fazer esse trabalho de forma estratégica para realmente aproveitar os benefícios dessa iniciativa. Como nem todas as empresas se dedicam a isso, trata-se de uma ótima forma de obter um diferencial competitivo.

Neste artigo, você vai se aprofundar no tema da gestão de pessoas, incluindo sua definição, vantagens e melhores estratégias. Confira!

O que é gestão de pessoas?

A gestão de pessoas é um processo que envolve a administração e o desenvolvimento do capital humano de uma empresa. Ela engloba a criação de um ambiente de trabalho onde os funcionários se sintam valorizados e motivados.

Essa abordagem inclui várias estratégias, todas lideradas pelo departamento de Recursos Humanos. Elas podem envolver a contratação de novos colaboradores, a integração de novos membros da equipe, a formação e o desenvolvimento de novas habilidades e a avaliação do desempenho dos funcionários.

Além disso, ela também se preocupa em alinhar os objetivos dos funcionários com os da empresa. Isso se faz por meio da implantação de políticas e práticas que incentivam os colaboradores a atuarem em função dessas metas, cada um dentro de suas competências.

Outro aspecto importante é o desenvolvimento de lideranças eficazes. Isso se dá por meio da identificação de talentos dentro da empresa, a promoção de uma comunicação aberta entre líderes e suas equipes e o oferecimento do suporte para que possam atuar da melhor forma.

Por fim, vale a pena reforçar o que gestão de pessoas não é. É comum que esse termo seja confundido com o de RH como um todo, mas são esferas diferentes. Afinal, esse último é um departamento da empresa que engloba diversas competências, sendo uma delas a gestão de pessoas.

pdi guia

Quais são os pilares da gestão de pessoas?

Para que seja um processo competente e organizado, a gestão de pessoas se baseia em alguns pilares fundamentais. Eles ajudam a fornecer uma estrutura sobre a qual as estratégias e práticas da gestão de pessoas possam ser construídas e implementadas corretamente.

A seguir, você verá quais são os pilares da gestão de pessoas e o que cada um deles representa:

Motivação

A motivação é um dos elementos mais importantes que incentivam os colaboradores a darem o máximo de si no trabalho. Ela pode ser estimulada tanto pelo RH quanto pelas lideranças da empresa, além de poder ser influenciada por fatores externos.

Comunicação

A comunicação é a ponte que une gestores e equipes, permitindo que sigam o melhor caminho em direção aos resultados buscados pela empresa. Nesse contexto, a comunicação interna desempenha um papel fundamental para o compartilhamento de informações e a minimização de ruídos.

Trabalho em equipe

O trabalho em equipe é essencial para a eficiência e a produtividade de uma organização. Por meio disso, os funcionários podem se desenvolver melhor individualmente e em conjunto, alcançando uma alta performance benéfica para todos.

Conhecimento e competência

Uma gestão focada em conhecimento e competências é um modelo de administração que leva em consideração as habilidades individuais dos colaboradores. O objetivo é promover o crescimento profissional e o alcance das metas da empresa em sintonia.

Treinamento e desenvolvimento

O treinamento e desenvolvimento contínuos são necessários para cultivar as habilidades dos colaboradores e prepará-los para alcançar resultados cada vez melhores. Ou seja, é um processo estratégico com foco em desenvolver times, líderes e colaboradores.

Qual a importância da gestão de pessoas para empresas?

A gestão de pessoas é vital para o sucesso de uma empresa, pois ajuda a criar uma cultura organizacional forte e a maximizar a produtividade do time. Ela também promove uma comunicação eficaz e um local de trabalho saudável, algo decisivo para a retenção de talentos.

Ao considerar a importância da gestão de pessoas, é fundamental reconhecer que ela não só melhora o ambiente interno, mas também afeta os resultados financeiros da empresa. Além disso, é algo que contribui para o desenvolvimento de uma marca empregadora forte, atraindo talentos qualificados.

Ignorar a gestão de pessoas pode levar a várias consequências negativas para o negócio. Por exemplo, a tomada de decisões inadequadas, conflitos de equipes, colaboradores despreparados e erros de comunicação. Tudo isso pode levar a uma queda no engajamento e na produtividade.

A gestão de pessoas também é importante para o fomento à inovação na empresa. As organizações que contam com uma força de trabalho mais engajada geralmente recebem mais soluções inovadoras para os desafios do dia a dia.

Quais os benefícios de uma boa gestão de pessoas?

Muito da importância da gestão de pessoas se revela a partir dos benefícios que ela pode trazer para a empresa se bem conduzida. Dessa forma, é possível justificar o investimento adequado de recursos nesse tipo de iniciativa.

A seguir, você verá quais são os maiores benefícios de implementar uma boa gestão de pessoas em sua organização:

Maior produtividade e desempenho

Quando os funcionários se sentem valorizados, motivados e têm um bom ambiente de trabalho, tendem a ser mais produtivos e engajados com as suas atividades.

Retenção de talentos

Empresas com boas práticas de gestão de pessoas conseguem reter seus melhores profissionais. Além disso, evitam a rotatividade de pessoal e os altos custos associados à contratação e treinamento constantes.

Desenvolvimento de lideranças

Uma boa gestão de pessoas promove o desenvolvimento contínuo de líderes dentro da organização. Eles podem motivar as suas equipes, resolver conflitos de forma eficaz e guiar a empresa rumo ao crescimento sustentável.

Engajamento e motivação

A gestão de pessoas também é capaz de promover um alto nível de engajamento e motivação entre os funcionários. Por sua vez, eles são mais dedicados, proativos e comprometidos com o sucesso da empresa.

Imagem e reputação

Uma empresa que investe na gestão de pessoas constrói uma imagem e reputação positivas no mercado. Isso pode ser um diferencial competitivo e contribuir para o crescimento a longo prazo.

Qual a relação entre gestão de pessoas e o crescimento da empresa?

A gestão de pessoas é um elemento decisivo para o crescimento de uma empresa. Quando os funcionários estão engajados e motivados, a produtividade aumenta, o que pode levar a um aumento na produção e nos lucros.

Além disso, uma boa gestão de pessoas pode ajudar a reter talentos valiosos. A perda de funcionários pode ser cara e demorada, portanto, manter bons funcionários pode contribuir para a estabilidade e o crescimento a longo prazo.

Mais do que isso, a gestão de pessoas também ajuda a definir a cultura da empresa. Uma cultura positiva pode atrair talentos de alta qualidade, melhorar a satisfação do cliente e promover a inovação. Todos esses fatores contribuem para o crescimento dela.

Aliás, quando falamos de crescimento, também precisamos pensar no desenvolvimento das equipes. Uma boa gestão de pessoas permite identificar lideranças em potencial e orientá-las no curso de suas carreiras dentro da organização.

Também é importante entender que negligenciar a gestão de pessoas pode significar grandes perdas para a empresa. Por exemplo, a falta de uma gestão adequada pode levar a um alto índice de rotatividade, o que implica custos elevados com recrutamento, seleção e treinamento.

Outro aspecto importante se refere à satisfação e o engajamento dos funcionários. Sem uma gestão de pessoas de qualidade, as equipes podem se sentir desconectadas com os objetivos da empresa, resultando em uma queda na produtividade e na qualidade do trabalho que se traduz em prejuízos.

Como ser estratégico na gestão de pessoas?

Ser estratégico na gestão de pessoas significa integrar as práticas de gestão de recursos humanos com os objetivos da empresa. Ou seja, tudo precisa estar alinhado com a visão, missão e metas da organização.

Quer ajuda para começar? Então, veja a seguir quais são os elementos essenciais para uma gestão de pessoas estratégica:

Alinhamento com os objetivos organizacionais

Para ser estratégico na gestão de pessoas, é fundamental que as práticas de recursos humanos estejam alinhadas com os objetivos organizacionais. Isso inclui a definição de metas claras para o departamento de RH que contribuam diretamente para os objetivos da empresa.

Desenvolvimento de competências

Investir no desenvolvimento das competências dos colaboradores é essencial para manter a competitividade da empresa. Para isso, vale a pena trabalhar com programas de treinamento e desenvolvimento alinhados com as necessidades atuais e futuras da organização.

Gestão de talentos

A gestão de talentos inclui a atração, retenção e desenvolvimento de profissionais que possuam as habilidades e competências necessárias para atingir os objetivos da empresa. Isso pode ser decisivo para a organização se diferenciar das demais no mercado e alcançar resultados cada vez superiores.

Cultura organizacional

Promover e manter uma cultura organizacional que suporte a estratégia de negócios é um aspecto essencial da gestão de pessoas. Isso envolve a definição de valores, comportamentos e práticas que estejam alinhados com a visão da empresa, e que promovam um ambiente positivo e produtivo.

Bem-estar dos funcionários

Promover o bem-estar físico e mental dos funcionários também é uma parte importante da estratégia de gestão de pessoas. A organização pode oferecer benefícios relacionados à saúde e bem-estar, iniciativas de equilíbrio entre vida profissional e pessoal e um ambiente de trabalho seguro e inclusivo.

Análise de dados e métricas

Utilizar dados e métricas é essencial para ter certeza de que os seus esforços de gestão de pessoas estão gerando resultados. Isso envolve a coleta e análise de dados sobre diversos pontos, como turnover, satisfação dos funcionários, desempenho e produtividade.

Como a tecnologia pode ajudar na gestão de pessoas?

A tecnologia tem tudo para ser uma poderosa aliada da gestão de pessoas, assim como consegue afetar positivamente vários outros aspectos da empresa. Diferentes opções de ferramentas oferecem uma série de benefícios que podem impulsionar a eficiência das suas iniciativas e aprimorar seus resultados.

No entanto, é preciso saber como escolher as soluções certas e integrá-las da melhor maneira aos seus processos. Para esse fim, vale a pena fazer uma análise aprofundada das principais necessidades desse setor e quais ferramentas estão disponíveis para atendê-las.

Entre as possibilidades relacionadas ao uso da tecnologia na gestão de pessoas estão:

  • a automatização de tarefas, que pode ajudar a liberar tempo para atividades mais estratégicas tanto do RH quanto do restante da empresa;
  • ferramentas de comunicação digital podem facilitar a colaboração entre equipes e departamentos;
  • a implantação de soluções de aprendizado online, que pode ajudar os funcionários a adquirir novas habilidades e avançar em suas carreiras;
  • o uso de plataformas de recrutamento online, que podem ampliar o alcance de candidatos e simplificar o processo de seleção;
  • soluções de análise de dados podem oferecer informações valiosas para otimizar a gestão de pessoas e melhorar a tomada de decisões.

Quais indicadores medir na gestão de pessoas?

Somente é possível ter certeza do sucesso de uma gestão de pessoas se os indicadores certos são acompanhados de maneira contínua. A partir deles, é possível visualizar o que está dando certo e o que necessita de ajustes na abordagem.

Para ajudar você nesse trabalho, traremos a seguir os principais indicadores que devem ser mensurados na gestão de pessoas e o que eles significam:

Taxa de turnover

O turnover mede a taxa de saída de funcionários da empresa em um determinado período. Um alto índice de turnover pode significar questões que precisam ser resolvidas na retenção de talentos e na satisfação dos funcionários.

Taxa de absenteísmo

A taxa de absenteísmo mede a frequência com que os funcionários faltam sem justificativa. Se esse índice está alto, pode indicar problemas de engajamento, saúde ou satisfação no trabalho.

Satisfação dos funcionários

Funcionários satisfeitos tendem a ser mais produtivos, engajados e propensos a permanecer na empresa, além de representarem um sucesso na gestão de pessoas. Esse indicador pode ser mensurado por meio de pesquisas de clima organizacional, avaliações de desempenho e feedbacks.

Índice de diversidade e inclusão

O índice de diversidade e inclusão mede a representatividade de diferentes grupos demográficos na empresa, como gênero, etnia, idade e orientação sexual. Um time diversificado e inclusivo pode trazer uma variedade de perspectivas e experiências, promovendo a inovação e a criatividade.

A gestão de pessoas é um dos elementos mais importantes para o sucesso de qualquer organização. Ao implementar as iniciativas corretas, é possível melhorar o desempenho dos funcionários e promover um ambiente de trabalho saudável. Então, comece já a planejar as suas ações para aproveitar seus benefícios!

Agora que você se aprofundou nas estratégias de gestão de pessoas, ter em mãos formas de calcular o engajamento dos funcionários  e a performance do RH é crucial. Baixe agora nossa calculadora de turnover e comece a medir seus resultados!

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

Paula recebeu um desafio: assumir uma planta industrial no interior do Brasil e resolver um problema para sua empresa, uma grande multinacional

André sempre foi o melhor vendedor de sua região e, por isso, foi promovido a supervisor. Ao assumir seu novo cargo, o

Inúmeras pesquisas apontam que a saúde mental durante a pandemia atingiu o seu pico de estresse. Em uma dessas pesquisas, liderada pela

 Danielle Torres, sócia-diretora da consultoria KPMG, a primeira executiva assumidamente trans do país, compartilhou sua história numa entrevista realizada à Você S/A,

A transformação digital continua sendo um direcionador de investimento das empresas, de acordo com uma recente pesquisa global da Conference Board, com

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca.  Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão

Você já se questionou sobre o segredo das empresas que não apenas sobrevivem, mas prosperam no mundo dos negócios cada vez mais

A maneira como nos comunicamos tem um papel fundamental em todas as áreas da vida, inclusive no ambiente corporativo. No contexto empresarial,

Quando a ideia é aprimorar a eficiência da empresa, felizmente não é preciso reinventar a roda. Afinal, existem diversas metodologias de gestão

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST