Gestão do conhecimento: o que é, benefícios e como aplicar

21/05/2024

Com tanta informação disponível, é comum que pessoas se sintam perdidas, sem saber exatamente o que consultar ou onde achar um dado importante. Afinal, em meio a tanta variedade, como organizar as informações de forma efetiva para que elas estejam, de fato, disponíveis e prontas para uso? Esse é o desafio da gestão do conhecimento.

Ao longo deste conteúdo, você vai entender exatamente como funciona a gestão do conhecimento, seus princípios, benefícios e como ela pode ser aplicada na gestão de pessoas das empresas para potencializar o alcance das informações. Continue a leitura!

O que é gestão do conhecimento?

A gestão do conhecimento é um campo interdisciplinar e amplo que se dedica a otimizar a criação, compartilhamento, utilização e retenção de conhecimento dentro de uma organização.

Ela envolve um conjunto de práticas e estratégias que visam gerir de forma eficaz tanto o conhecimento explícito (documentado) quanto o conhecimento tácito (não documentado, inerente à experiência e habilidades dos indivíduos).

15 competências futuro

Quais são os princípios da gestão do conhecimento?

A gestão do conhecimento envolve várias ações destinadas a capturar, distribuir e efetivamente utilizar o conhecimento dentro de uma organização. Conheça os princípios básicos que norteiam essa prática.

Inteligência competitiva

Envolve o uso de informações sobre produtos, clientes, concorrentes e qualquer aspecto do ambiente externo necessário para apoiar decisões estratégicas, O objetivo é ajudar a empresa a entender o mercado e como se manter relevante, identificando oportunidades e ameaças.

Educação corporativa

É uma área que abrange o desenvolvimento e formação contínuos oferecidos pela organização para seus colaboradores. Seu intuito é aprimorar habilidades e conhecimentos das equipes, alinhando o aprendizado às necessidades estratégicas da empresa.

Gestão de competências

A gestão de competências é o processo de identificar e desenvolver as habilidades dos colaboradores, garantindo que a empresa tenha times que dominem as competências necessárias para atingir seus objetivos e se adaptar às mudanças no ambiente de negócios.

Gestão do capital intelectual

A gestão do capital intelectual envolve ativos intangíveis, como conhecimentos, habilidades e experiência dos colaboradores, bem como propriedade intelectual.

Aqui, a ideia é maximizar o valor desses ativos para obter vantagem competitiva e inovação contínua. Isso se conquista com ações como retenção de talentos e estímulo à cultura da aprendizagem colaborativa, por exemplo.

Gestão da informação

Esse princípio diz respeito ao processo de coleta, armazenamento e gestão de informações corporativas. Alguns aspectos importantes aqui são zelar pela segurança e confiabilidade dos dados, bem como facilitar o acesso à informação correta para as pessoas certas no momento certo, melhorando a eficiência e a eficácia da organização.

Aprendizagem organizacional

A aprendizagem organizacional fala sobre o processo contínuo de criação, retenção e transferência de conhecimento dentro da organização. A ideia é promover a adaptação e a inovação por meio do aprendizado contínuo e da melhoria dos processos e práticas.

E quais as 4 etapas da gestão do conhecimento?

As quatro etapas da gestão do conhecimento, conforme o framework proposto por Nonaka e Takeuchi, são conhecidas como o modelo SECI. Saiba quais são a seguir.

Socialização (S)

Nessa fase inicial, o conhecimento tácito é compartilhado entre os membros da equipe por meio de interações sociais diretas, como a participação em atividades de grupo, debates, etc.. Essa etapa é crucial para transferir conhecimento pessoal e experiencial de um indivíduo para outro.

Externalização (E)

Aqui, o conhecimento tácito é convertido em conhecimento explícito, ou seja ele é documentado formalmente em relatórios e outros meios materiais e formas de representação do conhecimento.

Combinação (C)

A etapa de combinação envolve a integração e combinação de diferentes tipos de conhecimento, tanto tácito quanto explícito, por meio de análises, sínteses, conexões e outros processos de pensamento. A combinação permite criar um corpo de conhecimento mais abrangente e aplicável.

Internalização (I)

Na etapa final, o conhecimento explícito é internalizado pelos indivíduos e transformado em conhecimento tácito por meio da aplicação prática e da experiência pessoal. A internalização é fundamental para tornar o conhecimento útil e aplicável no contexto individual e organizacional.

Quais os benefícios da gestão do conhecimento na empresa?

A gestão do conhecimento colabora para a cultura da inovação e para gerar mais valor e competitividade para um negócio. Como principais benefícios, destacamos:

  • Melhora na tomada de decisão, por meio do acesso a informações precisas e atualizadas;
  • Aumento da eficiência operacional, já que o compartilhamento de melhores práticas, processos padronizados e acesso rápido a informações relevantes permitem que as empresas otimizem suas operações;
  • Redução de desperdícios e custos ao minimizar erros e maximizar o uso de recursos internos;
  • Promoção da cultura de aprendizado contínuo;
  • Flexibilidade e adaptabilidade diante de mudanças;
  • Aprimoramento da comunicação interna.

Como aplicar a gestão do conhecimento na empresa?

Diante dos muitos benefícios da gestão do conhecimento, veja como aplicar essa abordagem de forma eficiente na sua empresa com a adoção de alguns passos básicos. Acompanhe.

Faça um mapeamento completo da empresa

Antes de iniciar qualquer iniciativa de gestão do conhecimento, é essencial compreender o cenário atual do negócio sobre tudo que envolve informação. Faça um levantamento completo sobre:

  • Processos: quais são os principais, o que envolve, quais são suas etapas, existem documentos de padronização e outros dados;
  • Pessoas: quem faz parte de suas equipes, que informações usam e necessitam no seu dia a dia, quais são suas funções, como compartilham informações umas com as outras, etc.;
  • Conteúdo: quais são as contribuições externas e internas e procedimentos realizados para documentar e reter conhecimento;
  • Tecnologia: como o conhecimento explícito está armazenado, como ele é compartilhado e como funciona a infraestrutura de informação da empresa;
  • Cultura: qual a relação da cultura organizacional com o compartilhamento de informações e as estruturas de comunicação.

Tenha um plano de ação para gestão do conhecimento

Com base em tudo que foi analisado na etapa de mapeamento, é momento de definir prioridades, objetivos e metas para gerenciar o conhecimento de forma mais efetiva, o que pode envolver:

  • estabelecer canais e plataformas para facilitar o compartilhamento de conhecimento entre os membros da equipe;
  • promover reuniões regulares de compartilhamento de conhecimento que sejam documentadas;
  • implementar sistemas de gestão de documentos e bases de conhecimento;
  • incentivar a colaboração, o trabalho em equipe e a troca de conhecimento e experiências entre os membros da equipe;
  • Investir no desenvolvimento de habilidades e competências dos colaboradores, aumentado a oferta de treinamentos, workshops, mentoria, coaching e iniciativas de aprendizado contínuo.

Implemente, avalie e ajuste continuamente

Com todas as ideias registradas, é hora de colocá-las em prática e avaliar regularmente sua eficácia. Use indicadores, sistemas de avaliação, pesquisas internas e outros métodos para acompanhar o desempenho e adaptar estratégias e práticas com base nos resultados obtidos.

Ao promover a criação, compartilhamento e retenção de informações valiosas em uma empresa, a gestão do conhecimento traz uma perspectiva que impulsiona a inovação e fortalece a cultura organizacional, facilitando a tomada de decisões e favorecendo o desenvolvimento contínuo dos colaboradores.

Saiba agora como criar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) na sua empresa e impulsione ainda mais o conhecimento na sua organização!

pdi guia

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

Paula recebeu um desafio: assumir uma planta industrial no interior do Brasil e resolver um problema para sua empresa, uma grande multinacional

André sempre foi o melhor vendedor de sua região e, por isso, foi promovido a supervisor. Ao assumir seu novo cargo, o

Inúmeras pesquisas apontam que a saúde mental durante a pandemia atingiu o seu pico de estresse. Em uma dessas pesquisas, liderada pela

 Danielle Torres, sócia-diretora da consultoria KPMG, a primeira executiva assumidamente trans do país, compartilhou sua história numa entrevista realizada à Você S/A,

A transformação digital continua sendo um direcionador de investimento das empresas, de acordo com uma recente pesquisa global da Conference Board, com

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca.  Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão

Os tipos de avaliação de desempenho representam uma gama diversificada de abordagens e metodologias utilizadas pela gestão de pessoas das organizações para

A comunicação é um processo essencial na vida cotidiana, uma troca constante de informações entre indivíduos. Nos comunicamos o tempo todo, e

Um novo tempo, novos desafios. A sociedade passa por uma grande transformação e enquanto partes integradas dentro das organizações precisamos seguir juntos.

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST