Sprint: o que é essa metodologia e como adotar na sua empresa

05/03/2024

À medida que os projetos se tornam mais complexos, é saudável contar com ferramentas capazes de otimizar seus processos. O sprint é um recurso que ganhou destaque na aplicação cada vez mais generalizada de metodologias ágeis.

Segundo um levantamento do Project Management Institute, cerca de 73% das empresas em todo o mundo utilizam esses métodos ágeis para gerenciar seus projetos. A sua organização está entre elas?

Em qualquer caso, aproveite o artigo a seguir para se aprofundar nos benefícios trazidos pelo sprint para os processos de gerenciamento de projetos.

O que é sprint?

Um sprint é um período de tempo definido em que uma versão de um produto é desenvolvida. É um esforço concentrado destinado a alcançar objetivos específicos dentro de um prazo.

Em inglês, “sprint” significa “corrida”. Ou seja, esse termo geralmente implica em um percurso a ser percorrido com foco em um resultado.

A duração de um sprint pode variar de alguns dias a semanas, dependendo das necessidades do projeto e da metodologia adotada. Comumente associado ao Scrum e outras abordagens, o sprint tem como objetivo garantir a entrega contínua de valor ao cliente.

Sprint e a relação com a metodologia Scrum

Na metodologia Scrum, os sprints são utilizados para dividir projetos grandes e complexos em partes menores e mais gerenciáveis. Cada um é direcionado a um objetivo específico, o que possibilita a construção eficaz de diferentes blocos que compõem o todo.

No Scrum, um sprint geralmente tem duração de duas a quatro semanas. Isso envolve uma rotina que inclui reuniões diárias breves, conhecidas como Daily Scrum ou stand-ups, juntamente com o planejamento de metas e a análise de pendências.

Tudo isso se relaciona com a natureza iterativa e incremental do Scrum. Ao dividir o trabalho em sprints, é possível se concentrar em objetivos claros e tangíveis em um período específico.

Qual o objetivo de um sprint?

O propósito de um sprint é alcançar uma meta específica dentro de um prazo definido. Geralmente, essa representa uma parte essencial de um projeto maior, contribuindo para o seu progresso e sucesso.

Ao realizar um sprint, a equipe pode trabalhar de maneira concentrada e eficiente, direcionando todos os seus esforços para atingir esse objetivo específico.

A definição dos objetivos de um sprint é uma colaboração entre o time e o Product Owner, que é responsável por estabelecer as prioridades e requisitos de cada etapa. Aliás, essas metas devem ser sempre bem claras, mensuráveis e alcançáveis.

Essa clareza é determinante para que a equipe saiba exatamente o que precisa ser feito e possa concentrar seus esforços em alcançar os resultados esperados no prazo.

Quais são as 4 etapas do sprint?

Para garantir o sucesso de um sprint, é essencial passar por alguns estágios importantes que ajudam a assegurar que as metas sejam alcançadas de maneira eficaz.

A seguir, conheça quais são as 4 etapas do sprint e o que acontece em cada uma delas:

1. Sprint Planning

Nesta fase, as informações do Product Backlog são analisadas para determinar qual pendência será priorizada no próximo sprint.

2. Sprint Backlog

Aqui, são determinadas as prioridades de cada item do Product Backlog após as definições do planejamento. São levados em conta atributos como risco e complexidade.

3. Sprint Review

Após a conclusão de um ciclo, ocorre a revisão do sprint. Nesse momento, avalia-se o que foi ou não realizado, atualizando o Product Backlog para os próximos sprints.

4. Sprint Retrospective

Ao final de cada sprint, também ocorre a retrospectiva. Aqui, os feedbacks do sprint são analisados para aprender com os acertos e erros, além de identificar oportunidades de melhoria.

Por que sprints têm curto prazo?

Como mencionado até agora, independentemente da implementação, os sprints tendem a ser ciclos de curto prazo, e isso é fundamental para o sucesso desse tipo de abordagem.

Afinal, isso permite uma maior transparência do trabalho para os stakeholders, proporcionando uma compreensão clara da evolução do produto em cada fase. Isso, por sua vez, facilita a obtenção de feedback rápido, possibilitando ajustes oportunos.

A característica de curto prazo dos sprints também aumenta a conscientização sobre os riscos de erros e falhas, uma vez que há uma sincronização constante com as metas e expectativas do projeto.

Além disso, esse cronograma enxuto impulsiona a entrega contínua de valor ao cliente, que é a base do Scrum. Ao dividir o trabalho em estágios menores, é possível realizar mais entregas e permanecer no caminho certo.

No entanto, é preciso ponderar cuidadosamente a duração do sprint. O objetivo é encontrar um equilíbrio entre o volume de demandas e os objetivos do projeto, evitando sobrecarregar as equipes.

Quais os benefícios de utilizar sprints?

O uso de sprints na gestão de projetos está se tornando cada vez mais popular devido aos benefícios que essa abordagem oferece. Afinal, os sprints são a base da metodologia Scrum e podem ser adaptados para diversas áreas além do desenvolvimento de software.

Quer saber mais? Abaixo, vamos listar quais são os principais benefícios de usar sprints em sua organização:

Foco em entregas incrementais

A entrega em incrementos permite que o cliente receba valor de forma contínua. Isso possibilita que os stakeholders acompanhem o progresso do projeto e ofereçam feedbacks, garantindo que o projeto permaneça alinhado com as expectativas.

Facilidade de se adaptar a mudanças

O formato iterativo dos sprints oferece às equipes uma maior flexibilidade para lidar com mudanças. Como é raro que um projeto permaneça estático do início ao fim, é essencial ter uma estrutura que facilite a adaptação às transformações.

Incentiva a colaboração e troca de ideias

Reunir o time em torno de um objetivo específico e envolver todos os stakeholders no processo é uma característica dos sprints que potencializa a colaboração na empresa. A tendência é que isso, somado à troca de conhecimentos constante, seja determinante para um trabalho de maior qualidade.

Maior agilidade

A incorporação de sprints na rotina de trabalho permite que as equipes atuem com mais agilidade, resultando da adaptabilidade e da busca por melhorias contínuas. Ou seja, não se trata de fazer entregas mais rápidas apenas pela velocidade, mas sim de fazer isso com qualidade.

Qual a relação entre sprint e gestão de projetos?

O sprint é uma das ferramentas utilizadas na gestão de projetos dentro do contexto das metodologias ágeis.

As metodologias ágeis proporcionam uma abordagem flexível e adaptativa para o ambiente empresarial, permitindo que as equipes respondam rapidamente aos feedbacks dos stakeholders durante o desenvolvimento dos projetos.

No Scrum, o sprint é empregado para estruturar a execução das fases menores dos projetos, viabilizando a entrega contínua de valor.

Ou seja, é correto afirmar que o sprint desempenha um papel fundamental na gestão de projetos que adotam metodologias ágeis como o Scrum.

Como adotar a metodologia sprint na empresa?

Agora que você já entendeu a ideia por trás da metodologia sprint e conheceu os seus principais benefícios, pode estar se perguntando sobre a melhor forma de adotar essa abordagem em sua empresa. Então, vamos ajudar nisso, também.

Abaixo, confira os passos essenciais para adotar a metodologia sprint na sua organização:

Conte com o apoio das lideranças

Para ter sucesso com qualquer iniciativa em sua empresa, é fundamental ter o apoio das suas lideranças. Então, esses profissionais devem entender o valor da metodologia sprint e servir de suporte para as mudanças necessárias.

Para isso, podem ser realizadas desde reuniões de imersão no tema até transformações nos processos internos para receber as dinâmicas dos print.

Contrate especialistas ou obtenha mentoria externa

Ter alguém com conhecimento na metodologia sprint trabalhando nessa implementação também pode ser bastante útil para o sucesso dessa implementação.

Outra alternativa envolve trazer uma mentoria externa que tenha experiência nesse método para auxiliar no processo de adaptação das equipes de forma pontual.

Promova a cultura do sprint

O sucesso de uma metodologia como o sprint depende muito do quanto essa cultura é abraçada pelas equipes. Então, parte desse processo de implementação deve envolver uma imersão nesse universo.

Para fazer isso, basta priorizar os valores do sprint como parte dos seus processos. Por exemplo, a experimentação é um dos itens mais importantes, mas somente se desenvolve se realmente há espaço para isso na empresa.

Ofereça treinamentos à equipe

Um treinamento direcionado para os processos do sprint permitirá que toda a equipe possa se familiarizar com os seus aspectos mais importantes para implementá-lo no dia a dia. É ainda melhor se ele for adaptado às características e necessidades do seu time.

Esse processo pode assumir diversas formas, indo desde cursos online até webinars ou sessões práticas ao vivo.

Comece com um projeto piloto

A sua organização não precisa e nem deve implementar uma mudança como essa de maneira total. Em vez disso, concentre-se em um projeto piloto para testar a metodologia e fazer ajustes que forem necessários.

Escolha um projeto relativamente pequeno e gerenciável, mas que contenha um bom número de processos para adaptar. Depois disso, avalie os resultados obtidos.

Como é feito um sprint na prática?

Mesmo conhecendo as etapas do sprint, é preciso entender de qual forma esse processo é implementado na prática em uma empresa. Ao visualizar a sua evolução do começo ao fim, é possível identificar nuances que até podem não ser claras de início.

Antes de iniciar o sprint, a equipe deve se reunir para visualizar o backlog do produto e selecionar as tarefas daquele ciclo. Existem diversas ferramentas que possibilitam realizar reuniões remotamente e gerenciar projetos dessa forma, como Trello e Asana.

Outro pilar prático fundamental para o sprint é a comunicação diária para que a equipe se atualize em relação ao status de cada estágio do projeto. Esse é outro aspecto facilitado pela comunicação na forma de recursos como Slack e Microsoft Teams.

Durante a realização do trabalho em si, cada integrante do time se dedica às suas tarefas designadas. Nessa fase, é necessário atualizar o status de cada etapa para que os demais membros da equipe fiquem por dentro do processo.

Por fim, ao final do sprint, deve existir não apenas um momento de retrospectiva como também de documentar o que deu certo para reproduzir esses passos nos ciclos seguintes.

Neste artigo, você pôde conferir como funciona a mecânica do sprint e de quais formas ele se encaixa na dinâmica da gestão de projetos. Em um ambiente de mercado altamente competitivo e voltado para a inovação, fazer a transição para uma abordagem ágil se torna ainda mais relevante para manter a competitividade e fazer entregas de qualidade.

Aprofunde neste tema em nosso ebook exclusivo e veja como metodologias ágeis podem melhorar sua gestão de projetos!

Compartilhe

Receba conteúdos sobre times de alta performance direto no seu e-mail

Aproveite e leia também

Você já deve ter ouvido falar sobre profissional de alta performance no trabalho. Este profissional destaca-se por conseguir alcançar as metas e

Em um tempo de mudanças rápidas e imprevísiveis como o que vivemos, ficar estagnado não é uma opção. E, quando falamos em

Em um mundo corporativo cada vez mais complexo e dinâmico, a busca por abordagens de liderança autênticas e centradas na autogestão tornou-se

A diversidade está ligada à representação demográfica, enquanto a inclusão vai além. Incluir é garantir que toda a diversidade existente na empresa

Imagine uma empresa de alto crescimento que precisa executar transações ou trocar informações com stakeholders do mundo inteiro. Ou até mesmo uma

Nos últimos anos tem sido comum empresas que possuíam vantagens competitivas sólidas se verem ameaçadas (ou “disruptadas”) por empresas menores que não

Quase sempre, as grandes ideias não surgem de uma única pessoa ou função isolada, mas sim da interseção de funções ou pessoas

Os avanços tecnológicos do passado iniciaram as jornadas de transformação digital nas empresas, e serão os próximos avanços que moldarão o futuro

A inteligência artificial (IA) está redefinindo a forma como diversas atividades são conduzidas no ambiente corporativo. Uma de suas aplicações mais importantes

Lao-Tzu, filósofo chinês e fundador do taoísmo, sempre dizia que quem conhece os outros é inteligente, e quem conhece a si mesmo é

 Nos últimos anos, o conceito de ESG (Environmental, Social and Governance) tem ganhado destaque no cenário empresarial global. O aumento significativo nas

Resumo A liderança 4.0 é um novo modelo de liderança para a era digital, focado em tecnologia, adaptabilidade, inovação e pessoas. É

O conceito de produtividade no trabalho tem diferentes perspectivas e significados ao longo da história. Dentre essas perspectivas, a mais popularizada é

Em busca de abordagens de liderança mais eficazes e centradas nas pessoas, a liderança consciente surge como uma proposta inovadora e impactante.

Em um cenário empresarial dinâmico e desafiador, a capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz é crucial para o sucesso

Em um mundo empresarial em constante evolução, a capacidade de adaptação é mais crucial do que nunca.  Nesta exploração aprofundada, embarcaremos em

Muito se comenta sobre metodologias ágeis e seu retorno para as organizações. E pelos comentários, podemos julgar que elas são a resolução

No contexto dinâmico do cenário profissional atual, a avaliação de desempenho não apenas se destaca como um procedimento padrão, mas se revela

A palavra “ética” vem sendo bastante usada em diversos contextos, desde lugares comuns até ambientes corporativos. Mas então, o que é ética

 A liderança é um componente essencial para o sucesso de qualquer organização, e em um mundo empresarial dinâmico, a abordagem de liderança

O mercado de trabalho moderno é dinâmico e altamente competitivo, exigindo que profissionais atualizem constantemente suas habilidades e competências.   No mundo acelerado

Em tempos de ciclos mais curtos a capacidade de se adaptar é crucial. Nesse cenário, o papel do Agile Coach ganha destaque,

As organizações de todos os portes e segmentos estão passando, nos últimos anos, por mudanças profundas na sua gestão e muitas estão

Contar com líderes competentes é fundamental para o sucesso de qualquer empresa, não importa o setor. No entanto, com tantos segmentos bem

Construa uma equipe de Alta Performance

A primeira e única plataforma onde o colaborador aprende enquanto performa e performa enquanto aprende

 

Encontre materiais e conteúdos da FRST